Entretenimento

Acervos de museus brasileiros são disponilizados online via Google

Reprodução
Invenção da Cor, Penetrável Magic Square # 5 (1977), de Hélio Oiticica, do acervo do Instituto Inhotim Imagem: Reprodução

Do UOL, de São Paulo

03/12/2013 20h56

Os Instituto Inhotim (MG), o Instituto Moreira Salles (RJ), o Museu da Imagem e do Som (SP) e a Fundação Iberê Camargo (RS) passaram a integrar nesta terça-feira (3) o projeto Cultural Institute, do Google, que disponibiliza online o acervo artístico de importantes instituições do mundo.

Entrando no site do projeto, o internauta pode navegar por centenas de obras e exposições, além de compará-las em uma lista pessoal e compartilhá-las nas rede sociais.

Estão inclusos itens como obras de Hélio Oiticica, fotografias históricas do Rio de Janeiro feitas por Marc Ferrez, quadros de Iberê Camargo, além de fotos e vídeos sobre o cinema paulistano dos anos 1970.

Criado em 2011, o Cultural Institute conta com mais de 6 milhões de itens, incluindo fotos, imagens e documentos. As parcerias com instituições como o  British Museum (Inglaterra), Yad Vashem (Israel), Museo Galileo (Itália). Museum of Auschwitz-Birkenau e o Museum of Polish History (ambos na Polônia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo