Entretenimento

Biografia de Gerald Thomas é adiada após reclamação de pessoas citadas na obra

André Muzell/AgNews
O diretor de teatro Gerald Thomas dá entrevista na 21° edição do Festival de Teatro de Curitiba. Imagem: André Muzell/AgNews

Do UOL, em São Paulo

09/04/2013 19h10

O lançamento do livro "Gerald Thomas - Cidadão do Mundo", marcado para esta terça-feira (9) em São Paulo e para quarta no Rio, foi adiado por tempo indeterminado. O motivo é que pessoas citadas na biografia do dramaturgo carioca Gerald Thomas, escrita por Edi Botelho, reclamaram do teor das menções.

Um dos artistas citados no livro seria o cenógrafo Domingos Varela, que trabalhou com Thomas na Companhia de Ópera Seca. Em sua página no Facebook, o dramaturgo pediu desculpas públicas ao colega. "Mil desculpas se falei algo que não devia. O que acontece é que, numa conversa informal com o Didi, a coisa sai rindo. Uma vez impressa, sai diferente. No mais, Domingos, isso jamais deveria ter saído, já que se espera que uma editora proteja as pessoas retratas (sic) e não publique idiotices assim como falei", escreveu Gerald.

A assessoria da editora afirmou que o autor, o biografado e as pessoas citadas estão em negociação amigável para resolver o futuro do lançamento. Segundo o órgão, a confirmação sobre os envolvidos depende de uma "autorização da área jurídica", mas o jornal "O Globo" publicou que Domingos e os atores Luiz Damasceno e Marcos Azevedo afirmaram que o texto traz "inverdades" sobre eles. Trecho da página 86 do livro, segundo o jornal, diz que Varela "é o único gay que eu (Thomas) conheço que espanca travestis".

Em seu site, Gerald Thomas disse que o livro é "o resultado de um ano de entrevistas conduzidas por Edi Botelho, ex-ator da Ópera Seca, e parte do que é considerado um 'prêmio pelo conjunto da obra' pelo corpo de trabalho no teatro". O foco do livro, segundo o site, é a documentação de "cada produção através de fotografias e descrições do autor (Gerald Thomas) do que aconteceu durante e ao redor de cada uma dessas produções dentro e fora do palco".

Ao UOL, a assessoria de Gerald Thomas afirmou que ele não se pronunciará a respeito do caso e que se tratam de "questões de direito de imagem", acrescentando que se trata de um adiamento, e não um cancelamento. Em seu perfil no Facebook, o dramaturgo postou que o livro "teve problemas com a Justiça e está suspenso".

O livro faz parte da coleção "Aplauso", focada em biografias de atores, cineastas, músicos, diretores e roteiristas de filmes nacionais, publicada pela Imprensa Oficial.

Enquanto aguarda uma decisão, Gerald Thomas vai lançar às 19h30 de quarta-feira, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, no Rio de Janeiro, seu outro livro, "Arranhando a Superfície". A obra traz desenhos e pinturas feitas por ele mesmo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo