PUBLICIDADE
Topo

"Não sou do Cirque du Soleil", diz Luiz Fernando sobre ficar ofegante em musical

Gabriel o Pensador, Luiz Fernando Guimarães e Daniel Filho na pré-estreia da peça de "Como Vencer na Vida Sem Fazer Esforço" no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon, Rio de Janeiro - Anderson Borde/AgNews
Gabriel o Pensador, Luiz Fernando Guimarães e Daniel Filho na pré-estreia da peça de "Como Vencer na Vida Sem Fazer Esforço" no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon, Rio de Janeiro Imagem: Anderson Borde/AgNews

Renato Damião

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/03/2013 02h46

Na noite desta segunda-feira (11) aconteceu a estreia para convidados do musical "Como Vencer na Vida Sem Fazer Força", em cartaz no teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro. Estrelado por Gregório Duvivier e Luiz Fernando Guimares, o espetáculo narra a história de Finch (Duvivier), um jovem que faz de tudo para crescer na World Rebimboca Company, empresa de J. B. Biggley (Luiz Fernando).

Dirigido pela dupla Charles Moeller e Claudio Botelho, a comédia sobre as relações humanas dentro de uma empresa é dividida em dois atos. No palco, Gregório mostra bom desempenho vocal e carisma necessário para arrancar boas risadas da platéia. "Tem sido uma responsabilidade enorme, mas não tinha como não aceitar esse papel. É um musical que eu adoro, com músicas que eu adoro e ainda tinha o Luiz Fernando", disse ele.

Para ele, dançar e cantar foi uma grande dificuldade. "As músicas são muito difíceis, são melodias tortuosas de jazz que não são fáceis, sem pensar em costurar tudo com o texto e a dança. Precisei fazer muitas aulas", acrescentou ele.

Já Luiz Fernando não fez questão de esconder a exaustão ao fim da apresentação. O ator chegou a brincar com a plateia enquanto tomava ar para prosseguir seu texto. "Foram oito semanas de um trabalho intenso, canto com a minha voz e faço meus passos de dança. Termino cansado, mas cansar é bom, não sou do Cirque du Soleil", brincou.

O ator ressaltou que "foi dificílimo cantar". "Para o Gregório e eu que não somos atores de musicais foi muito complicado, nós acordávamos e dormíamos pensando nas canções". Ainda de acordo com Luiz, essa mistura de diferentes estilos de atores só deu ao elenco mais qualidade. "No elenco temos pessoas de várias escolas de teatro, essa salada de tipos é muito boa. Sinto que estamos mais coesos e foi ótimo apresentar nosso trabalho para os amigos e a família".

Como a secretária desinibida e sem talento Hedy La Rue, Adriana Garambone protagonizou cenas hilárias e foi aplaudida diversas vezes. Ela contou que tem precisado ficar em silêncio para conseguir manter a voz esganiçada ao longo de mais de duas horas. "Acho que meu grande desafio tem sido trabalhar a voz, por isso tenho falado pouco para não gastá-la".

Por fim, o diretor Claudio Botelho foi só elogios ao elenco e garantiu não se importar com os improvisos feitos por Luiz Fernando no decorrer da peça. "Quando pensamos nesse espetáculo pensamos no Luiz e logo depois chegamos ao Gregório que é um talento. Temos um elenco muito talentoso em um espetáculo feito para dar risada e o Luiz pode tudo, ele é um gênio", finalizou ele.

Famosos como Lucinha Lins, Cris Vianna, Daniel Filho, Jorge Fernando, Maria Clara Gueiros, Zezé Polessa, Tiago Abravanel, Totia Meirelles entre outros prestigiaram a peça.