PUBLICIDADE
Topo

Scarlett Johansson diz que vai maneirar em sensualidade para papel que foi de Liz Taylor

Scarlett Johansson viverá Maggie em "Gata em Teto de Zinco Quente", na Broadway - Getty Images
Scarlett Johansson viverá Maggie em "Gata em Teto de Zinco Quente", na Broadway Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

20/12/2012 09h39

Para tristeza de muitos homens, a atriz Scarlett Johansson está determinada a não exagerar na sensualidade para viver Maggie em "Gata em Teto de Zinco Quente" na Broadway. Escrita por Tennessee Williams, a peça já foi levada para os cinemas em 1958 e contou com Elizabeth Taylor no papel principal.

Segundo Johansson, a sexualidade da personagem – que já foi interpretada por outras atrizes, como Anika Noni Rose, Ashley Judd e Kathleen Turner – é muitas vezes exagerada e superapreciada. "É uma parte pouco importante desta história", disse ela, durante os ensaios.

Na peça, Maggie é mulher de Brick Pollitt (no cinema vivido por Paul Newman), que não é mais desejada pelo marido, que no passado foi um atleta de sucesso. "Quero dizer, isso vem com as circunstâncias, claro, e com as palavras, está tudo lá. Não é necessário se enrolar em um lençol de cetim e sair rolando pelo palco", disse ela.

Se isso for um empecilho para as bilheterias, a atriz dispara: "Que assim seja. Há sempre a solução da meia-entrada". A nova produção, que tem estreia para 17 de janeiro, é dirigida por Rob Ashford e tem Benjamin Walker no papel do marido desinteressado.

"É uma peça linda, realmente perfeita, acredito", diz ela, que deu a entrevista usando calças pretas e um top listrado. "Se a peça falhar, a culpa é nossa". A loira chega para a entrevista matinal cansada, pois já havia participado do programa "Today" no mesmo dia. "Se eu tomar mais café, eu explodirei para outra estratosfera".

A atriz já provou que tem talento para segurar uma interpretação na Broadway, já que venceu o prêmio de melhor atriz no Tony Awards de 2010, com "A View form a Bridge". Mesmo assim, a atriz insiste que não tem nada para provar. "Eu só fico feliz que a porta do teatro continue aberta e eu possa passar por ela".

O diretor diz que Johansson já impressionou os outros atores ao chegar para o primeiro dia do ensaio com todas as falas memorizadas. "Ela ama o trabalho, ela ama criar os personagens", disse ele. "Ela é uma atriz e não uma estrela de cinema ou de teatro".

A atriz, que ainda se recupera do divórcio com o ator Ryan Reynolds e do vazamento ilegal de fotos, disse ainda que tenta ter a vida mais normal que consegue. "É difícil preservar sua vida pessoal porque as pessoas são muito curiosas e elas idealizam sua vida romântica ou o tipo de vida doida que você leva", disse ela. "Eu tenho um estilo de vida tranquilo".

Isso quer dizer que é possível cruzar com a atriz em Nova York fazendo algo completamente sem glamour, como pegar o cocô de seus cães. "Quando você tem dois cães, você tem que pegar o cocô deles".

(*Com informações da AP)