Topo

Entretenimento

"O espetáculo é um pouco a síntese do festival", diz Roberto Medina sobre musical do Rock in Rio

Divulgação
Em "Rock in Rio - O Musical", os atores Yasmin Gomlevsky e Hugo Bonemer são Sofia e Alef, respectivamente Imagem: Divulgação

Carla Neves

Do UOL, no Rio

18/12/2012 15h27

A partir do próximo dia 3 de janeiro, a história do Rock in Rio será contada em “Rock in Rio – O Musical”, que estreia na Grande Sala da Cidade das Artes, no Rio. Inspirado no festival, o espetáculo é escrito por Rodrigo Nogueira e dirigido por João Fonseca e traz no elenco principal dois atores novatos –Yasmin Gomlevsky e Hugo Bonemer – e dois veteranos – Lucinha Lins e Guilherme Leme.

Na manhã desta terça-feira (18), o musical foi apresentado à imprensa. Na entrevista coletiva, além do elenco, do autor e do diretor, estavam presentes Roberto Medina, presidente do Rock in Rio; Emilio Kalil, presidente da Fundação Cidade das Artes; e Aniela Jordan e Luiz Calinho, sócios da Aventura Entretenimento, produtora do musical.

Antes de a entrevista começar, o elenco apresentou três cenas do espetáculo e cantou as músicas “Pro Dia Nascer Feliz” (Cazuza), “Primeiros Erros” e a música tema do Rock in Rio, entre outras. Em seguida, Roberto Medina falou o que achou da adaptação da história do festival para o teatro.

“Para uma pessoa que sonhou sozinha esse sonho há 28 anos é muito emocionante. Quando vim ao primeiro ensaio, me recordei das dificuldades que tive. O Rodrigo caminhou por uma história poética, mas é um pouco a síntese do festival”, contou Roberto Medina, adiantando que já tem planos de transformar a peça em um longa- metragem.

A trama acompanha a trajetória de superação de Sofia (Yasmin Gomlevsky) e Alef (Hugo Bonemer). Enquanto a jovem, filha de Orlando (Guilherme Leme), organizador do maior festival de rock do mundo, não suporta ouvir música, o rapaz, que é filho de Glória (Lucinha Lins) e fica mudo depois de sofrer um trauma familiar, tem um mundo particular, que expressa justamente pela música.

“Tentei pegar o espírito do Rock in Rio e transformar em ficção. Me inspirei na realidade e criei outra história. Essa história foi tirada da música tema do festival”, explicou Rodrigo Nogueira.

João Fonseca afirmou que nunca tinha passado por sua cabeça que um dia faria um musical sobre o Rock in Rio. “Isso já me interessou de cara. Podia ser diferente, um caminho novo. Antes de aceitar o convite para dirigir o musical já tinha um set list pronto”, lembrou o diretor, contando que 70% das músicas da peça são brasileiras.

Rodrigo Nogueira explicou que algumas canções em inglês ganharam versões para o português. “A gente precisou versionar algumas canções porque não podemos achar que todo mundo entende inglês. E os personagens falam aquilo como texto”, justificou o autor. Delia Fischer, diretora musical do espetáculo, explicou que todas as canções não estão na história à toa. “É um show a serviço de uma história. Um espetáculo maravilhoso, muito bem coreografado”, elogiou.

Com orçamento de R$12 milhões, o espetáculo é dividido em dois atos. O primeiro se passa na universidade dos protagonistas e seus amigos, na casa dos jovens e em uma loja de discos. O segundo se desenrola completamente em uma edição fictícia do Rock in Rio, no gramado e nos camarins.

No repertório – composto por 20 músicas que marcaram as diferentes edições do festival – estão "Pro Dia Nascer Feliz" (Cazuza), "Óculos" (Paralamas do Sucesso), "Paradise City" (Guns N' Roses), "Marvin" (Titãs), "Freedom" (George Michael), "Primeiros Erros" (Capital Inicial), "Rio 40 Graus" (Fernanda Abreu), "Sorte Grande" (Ivete Sangalo) e a música tema do Rock in Rio, entre outras músicas.

O musical conta com 25 atores, 20 cenários e 125 figurinos. Os atores serão acompanhados por uma banda formada por nove músicos. O espetáculo fica em cartaz no Rio até o final de abril. No final de maio, ele viaja para São Paulo, onde será apresentado no Teatro Alfa.


ROCK IN RIO – O MUSICAL
Quando: de 3 de janeiro até 28 de abril
Onde: Grande sala da Cidade das Artes (Av. das Américas, 5.300, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro)
Quanto: de R$40 a R$130. A venda de ingresso é feita pelo site ingresso.com

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento