Topo

Entretenimento

"Já tem muito cantor na família", diz filha de Zezé di Camargo que escolheu ser atriz

Felipe Panfili/AgNews
7.dez.2012 - Caracterizada de Elfo Sapateiro, Camila Camargo posa ao lado de Diego Luri, que vive Shrek, durante ensaio de "Shrek - O Musical" no Rio Imagem: Felipe Panfili/AgNews

Carla Neves

Do UOL, no Rio

14/12/2012 05h00

Aos 27 anos, Camila Camargo, 2ª filha do cantor Zezé Di Camargo com Zilu, não tem dúvida sobre o que quer para sua carreira artística. “Sou atriz. Gosto mesmo de atuar”, garante Camila, que estreia nesta sexta-feira (14), no Rio, “Shrek – O Musical” no Teatro João Caetano, no centro do Rio. Na produção, a irmã da cantora Wanessa e do DJ Igor vive seis personagens, entre eles o Elfo Sapateiro, o Shrek criança, a Fiona criança e jovem, o Rato Sapateador e a Dorothy de “O Mágico de Oz”.

Embora faça questão de frisar que gosta mesmo de atuar, Camila solta a voz no espetáculo. Mas garante que não pretende seguir a carreira de cantora. “Já tem muito cantor na família. Meu pai já me chamou para cantar com ele, mas não quis. Sou afinada, está bom”, diz, aos risos.

Camila conta que não é de hoje que se dedica à interpretação. Só em musicais, ela já atua há sete anos. “Trabalho em musicais desde 2005. Estava fazendo a peça ‘Slavianski Bazaar’ quando soube da audição para o Shrek. Vim ao Rio só para fazer a audição e depois voltei para São Paulo”, lembra ela, que passou no teste e foi selecionada para integrar o elenco do espetáculo.

Para poder se dedicar aos ensaios, Camila mudou-se para o Rio de Janeiro no dia 16 de outubro. Moradora da zona oeste da cidade, ela conta que está adorando a experiência na capital carioca. “O Rio é muito diferente de São Paulo. É muito bom voltar para casa e no caminho ver o Cristo Redentor todos os dias”, elogia.

Além de aproveitar as belezas naturais da cidade, Camila afirma que tem aproveitado para aprender com a experiência de morar sozinha pela primeira vez. ”Sinto muita saudade. Às vezes chego em casa meia-noite e meia. Como errado, não tem ninguém para me ajudar. Estou fazendo tudo sozinha. Mas está sendo bom. Precisava saber como é passar por isso”, argumenta.

A atriz conta que sempre gostou mais de atuar do que de cantar. “Na verdade, descobri o canto. Tinha vergonha de cantar, não gostava. As pessoas que me convenceram de que levo jeito”, diz.

Questionada se existe preconceito por ser filha de Zezé Di Camargo, Camila afirma que sim. Mas garante não se preocupar com isso. “Preconceito vai existir sempre, independente do que eu faça. Mas aos pouquinhos você vai mostrando o seu trabalho. Hoje, no meio dos musicais, já me conhecem e respeitam”, conta ela, acrescentando que ama trabalhar para o público infantil. “As crianças não falam nada só para agradar”.

Apesar de no momento estar dedicada ao teatro, Camila pretende fazer TV e cinema em breve. “Fiz uma novela no SBT: ‘Revelação’. Também fiz participações nos filmes ‘Totalmente Inocentes’ e ‘The Brazilian’. Sempre saí de um espetáculo e entrei em outro. Mas agora estou correndo atrás de cinema e TV”, conta.


SHREK – O MUSICAL
Onde: Teatro João Caetano (Praça Tiradentes, s/n, Centro – Rio de Janeiro)
Estreia: 14 de dezembro
Quando: sexta às 20h; sábados às 16h e 20h; e domingo às 16h e 20h
Quanto: de R$50 a R$100
Classificação etária: Livre

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento