Entretenimento

Gaviões da Fiel mistura cores e bom humor em desfile de fantasias para o Carnaval 2013

Shin Shikuma/UOL
Tati Minerato e a bateria da Gaviões da Fiel durante apresentação das fantasias para o Carnaval 2013 Imagem: Shin Shikuma/UOL

Daniel Solyszko

Do UOL, em São Paulo

10/11/2012 06h43

A Escola de Samba Gaviões da Fiel apresentou na madrugada deste sábado (10) seu desfile das fantasias que deverão ser usadas no Carnaval paulistano do ano que vem. Apesar de anunciada para as 22h de sexta-feira, o início da apresentação acabou atrasando mais de três horas. Após uma seleção musical que misturava samba e pagode com clássicos da soul music norte-americana, a bateria da escola finalmente começou a tocar. Como som poderoso e hipnótico ao fundo, três casais de mestre-salas e porta-bandeiras começaram a desfilar.

 Apesar da madrinha da bateria Sabrina Sato não estar presente, sua presença está quase confirmada para o próximo ano.  “Creio que ela deve voltar”, declarou o carnavalesco da escola, Max Lopes, que disse ainda que a participação de celebridades na festa está sendo negociada. “Tem nomes que estamos estudando , mas não há nada concretizado”, disse.

Uma das presenças mais importantes na festa era a da rainha da bateria, Tati Minerato. “Há cinco anos sou rainha da bateria da Gaviões da Fiel. Entrei como musa na bateria e no ano seguinte me tornei rainha. Eu desfilo desde que era criança, praticamente cresci e fui criada aqui”, disse.

Após um discurso de agradecimentos gerais, teve início o desfile das fantasias em si, numa sequência de cerca de trinta alas que sobem ao palco uma de cada vez. Cada uma das alas explora um tema relacionado ao enredo de 2013: “Ser Fiel é a Alma do Negócio”.  “O tema fala de comunicação e a propaganda”, diz Lopes sobre o desfile. “Mas também há um lado jocoso e brincalhão, e a gente explora um pouco isso”, disse ele.  

Enquanto alguns dos temas estão diretamente relacionados aos conceitos citados por Lopes, como homenagens à Chacrinha e à “propaganda através da televisão”, outros usam alguma “liberdade poética” para mostrar o tradicional festival de cores que se espera de um desfile, com araras, índios e até um casal encarnando os personagens do clássico infantil “A Bela e a Fera”.  

O uso exagerado de cores foi intencionalmente pensando por Lopes, que vê isso como uma mudança no estilo e na concepção das fantasias, que dessa vez buscam mostrar um lado mais bem humorado. “O carnaval é manifestação de alegria, é a maior manifestação popular do mundo. Mas é uma manifestação alegre, ela pode até ter um cunho político, crítico, mas leva sempre para o bom humor. E o bom humor tem que começar pelo colorido, na minha opinião”, diz ele.

Com a aguardada disputa do título mundial em Tóquio, a torcida corintiana pode ter diversos motivos para comemorar no ano que vem, e Tati acredita que isso pode motivar ainda mais o desfile no Carnaval.  “A Gaviões sempre vem com muita emoção para a avenida. Com a mesma garra que ela vai para os jogos torcer para o Corinthians, ela entra pra poder ganhar”. Agora é esperar para ver. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo