Entretenimento

MinC investirá US$ 35 milhões até 2020 para divulgar literatura brasileira no exterior

Jamie Schwaberow/ The New York Times
Fundação Biblioteca Nacional vai investir na tradução de obras brasileiras no exterior Imagem: Jamie Schwaberow/ The New York Times

Do UOL, em, São Paulo

05/10/2012 17h14

A FBN (Fundação Biblioteca Nacional), vinculada ao Ministério da Cultura, vai investir, até 2020, US$ 35 milhões em uma política pública de longo prazo que busca ampliar a presença do livro brasileiro no exterior. O dinheiro será usado para financiar a tradução de obras e divulgar os autores e a literatura nacional fora do país, através da participação em eventos, programas de residência e apoio a viagens, palestras e encontros.

O CIL (Centro Internacional do Livro), vinculado à FBN, será o responsável pela gestão dos recursos, destinados em boa parte ao estímulo da tradução. Nos últimos 14 meses, foram aprovadas 141 bolsas de estímulo para editoras estrangeiras, que se somam a outras 70 traduções concedidas entre 2009 e 2010 que já estão em andamento, além de dezenas de outras sendo feitas sem dinheiro do governo.

O programa oferece até US$ 8 mil para tradução e também prevê apoio à reedição de obras esgotadas no exterior, tanto para edições impressas como no formato e-book. Além disso, o CIL vai passar a publicar convocatórias, a cada dois meses, para comemorar efemérides, como centenários de nascimento ou morte de escritores.

Outra estratégia do Ministério da Cultura é a intensificação da presença de editoras nacionais nos principais eventos no exterior. A Fundação Biblioteca Nacional está articulando um calendário de homenagens ao país nos principais eventos literários do mundo, como a Feira do Livro de Frankfurt, considerada a mais importante do mundo.

Uma pesquisa realizada pela Fipe/Universidade de São Paulo para a CBL (Câmara Brasileira do Livro) e o Snel (Sindicato Nacional dos Editores de Livros) revelou ainda que houve um crescimento de 7,3% no faturamento do setor editorial brasileiro no ano passado. O valor total chegou US$ 2,39 bilhões, com 470 milhões de exemplares vendidos em 2011. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo