Entretenimento

Raul Belém Machado, figurinista e cenógrafo, morre aos 70 anos

Divulgação
O cenógrafo Raul Belém Machado Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

18/09/2012 13h18


O cenógrafo e figurinista mineiro Raul Belém Machado morreu em Belo Horizonte na última segunda-feira (17), aos 70 anos.

Em 44 anos de carreira, Machado se destacou na elaboração de cenários de óperas produzidas na Fundação Clóvis Salgado, como “Aída” (2001), “O Guarani” (2002) e “Turandot” (2004).

Na Fundação, onde passou a maior parte de sua vida profissional, atuando desde 1982, chegou a ser coordenador artístico, contribuindo para a profissionalização do teatro no estado de Minas Gerais.

Nascido em Araguari, Machado teve contato desde cedo com o mundo das artes, por conta de sua mãe, pianista e animadora cultural. Em 1964, mudou-se para Belo Horizonte, onde cursou arquitetura na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O velório de Machado ocorre na capital mineira nesta terça (18), a partir das 14h, no Funeral House. O sepultamentoserá às 16h30 no Parque Renascer Cemitério e Crematório.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo