Topo

Entretenimento

"O Grito", de Edvard Munch, será exibido pela primeira vez nos Estados Unidos

Reuters
Quadro "O Grito", de Edvard Munch, foi vendido por US$ 120 milhões em Nova York Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

18/09/2012 13h05

“O Grito”, do artista norueguês Edvard Munch (1863-1944), é uma das pinturas mais conhecidas do mundo.

A única das quatro versões, que permanecia na mão de colecionadores particulares e foi vendida em maio por US$ 119,9 milhões, será exibida pela primeira vez nos Estados Unidos, no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA).

Segundo o site do jornal “The New York Times”, a pintura ficará exposta no museu por seis meses, graças ao misterioso comprador do leilão organizado pela Sotheby's, que bateu o recorde histórico alcançado até agora por um quadro, que antes era de US$ 106,5 milhões pelo "Nu, Folhas Verdes e Busto", de Pablo Picasso.

“Esta será uma rara oportunidade de ver essa extraordinária obra de arte”, disse o diretor do MoMa, Glenn Lowry, ao site do “NBC New York”.

Lowry também disse ao “NY Times” que o museu tentará “manter um fluxo normal de visitantes e irá mostrar o quadro da melhor maneira para o público. Mas, se houver fiscalização, teremos que emitir senhas”.

Com “O Grito” em exibição, o MoMa terá que aumentar a segurança, já que o quadro tem um histórico com roubos. Em 1994, dois ladrões levaram o quadro da National Gallery da Noruega e, em 2004, um homem armado e mascarado roubou a versão do Munch Museum.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento