Entretenimento

Diretora entra em acordo com produtores do musical "Spider-Man: Turn Off The Dark"

Justin Lane / EFE
Vista externa do Foxwoods Theater, onde é encenado o musical do Homem-Aranha Imagem: Justin Lane / EFE

Do UOL, em São Paulo

30/08/2012 16h36

A diretora de teatro americana Julie Taymor conseguiu entrar em um acordo no processo pelo uso indevido dos direitos autorais do musical "Spider-Man: Turn Off The Dark", exibido em Nova York. A informação foi publicada pela AP nesta quinta (30).

Os termos do acordo, realizado em um tribunal de Manhattan, não foram liberados, mas foi informado que os produtores foram liberados de pagar um processo de um milhão de dólares para a diretora, que alegou ter os direitos autorais infringidos, acusando os produtores de fazer uso indevido do material que ela produziu.

Taymor foi demitida em 2011, quando o espetáculo foi reescrito. Na ocasião, os produtores do musical argumentaram que a diretora colocou em risco a produção, que custou US$ 75 milhões transformando o espetáculo em um musical "sombrio e alucinógeno" e que eles escreveram a história baseados em filmes e quadrinhos do personagem. 

"Spider-Man: Turn of The Dark" foi considerado o musical mais caro da história. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo