Entretenimento

Regina Duarte completa 50 anos de carreira no teatro, atuando e dirigindo épico sertanejo

FotoRioNews
Regina Duarte em cena de "Raimunda, Raimunda", na estreia da peça no Rio de Janeiro (27/6/12) Imagem: FotoRioNews

Rodrigo Monteiro

Do UOL, no Rio

28/06/2012 09h08

"Estou ansiosa pra ver a minha mãe. Não vi a peça, gosto de deixar ela no cantinho, planejando, vibrando as ideias delas. Estou louca pra assistir!". Foi assim que Gabriela Duarte, filha da atriz Regina Duarte, expressou sua emoção de ver a mãe prestes a entrar em cena no teatro.

  • FotoRioNews

    Regina Duarte e sua filha, Gabriela, na noite de estreia de "Raimunda, Raimunda" (27/6/12)

Gabriela foi uma das primeiras pessoas a chegar no Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro, local onde, a partir desta quinta (28), está em cartaz o espetáculo “Raimunda, Raimunda”, em que Regina Duarte, além de ser atriz e diretora, também comemora seus 50 anos de carreira.

"Foi o Grupo Harem, de Terezina (Piauí), quem me apresentou as quatro Raimundas de Chico Pereira da Silva. Por duas delas, foi paixão à primeira leitura. Isso foi em 2009. Em julho de 2010, o Hermes Frederico me abraçou e disse: 'Eu produzo pra você o que você quiser!'. Meu sonho ganhou parceiro e trazer Raimunda até vocês é resultado de uma bela, vigorosa batalha que completa agora três anos", conta a atriz, conhecida como a "Namoradinha do Brasil".

O espetáculo é a primeira oportunidade da atriz de apresentar-se também como diretora. “Raimunda, Raimunda” é um épico sertanejo que narra a história de uma cearense, que, acompanhada de duas amigas, decide abandonar sua terra natal e ir para o Rio de Janeiro para concretizar seu grande sonho: tornar-se enfermeira na Escola do Hospital Ana Néri.

Regina Duarte estreou como atriz em 1961, fazendo o Palhaço no “Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna, em Campinas (São Paulo). No teatro, ela não aparecia desde 2005, quando apresentou a peça “Coração Bazar”. No seu currículo, contam ainda os espetáculos “A Megera Domada” (1966), “Romeu e Julieta” (1969) e “O Santo Inquérito” (1978).

Nas novelas, seu primeiro trabalho foi “A Deusa Vencida” (1965), embora seja mais conhecida por Rita de Cássia, em “Irmãos Coragem” (1970); por Malu, em “Malu Mulher” (1979), pela Viúva Porcina, em “Roque Santeiro” (1985); pela Raquel, em “Vale Tudo” (1988); pela Maria do Carmo, em “Rainha da Sucata” (1990); e por Helena, em “História de Amor” (1995), em “Por Amor” (1997) e em “Páginas da Vida” (2006). Sua última participação foi como Clô Hayalla em “O Astro” (2011).

  • FotoRioNews

    Rosamaria Murtinho prestigia a colega Regina Duarte na peça "Raimunda, Raimunda" (27/6/12)

"Regina é uma colega excepcional e uma amiga fiel há décadas. É um prazer estar aqui aplaudindo ela nessa aventura", diz a atriz Rosamaria Murtinho, pegando o seu programa para assistir ao espetáculo. Próximo dali, a atriz Françoise Forton. "Fazer 50 anos de carreira em um espetáculo teatral, em um centro cultural dessa importância e com ingressos a preços populares é exemplo da contribuição de Regina à cultura. É uma honra, um prazer estar aqui para aplaudi-la."

“Raimunda, Raimunda”, com texto do piauiense Francisco Pereira da Silva (1930-1985), estará em cartaz no Teatro I do CCBB/Rio até o dia 18 de agosto, de quartas a sábados. Ao lado de Regina estão os jovens atores Gustavo Rodrigues, Rodrigo Candelot, Henrique Manoel Pinho, André Cursino, Milton Filho, Saulo Segreto, Ricardo Soares e Rodrigo Becker.


RAIMUNDA, RAIMUNDA
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Teatro I
Temporada: 28/06 a 18/08/2012
Quarta a sexta - 19 horas
sábado - 19 e 21 horas
Ingressos: R$ 6,00

Duração: 85 minutos
Idade Recomendada: 14 anos
Telefone: (21) 3808-2020


Ficha Técnica
Textos: Ramanda e Rudá e Raimunda Pinto
Autor: Francisco Pereira da Silva
Direção: Regina Duarte

Elenco
Regina Duarte
André Cursino
Gustavo Rodrigues
Henrique Pinho
Milton Filho
Ricardo Soares
Rodrigo Candelot
Saulo Segreto
Rodrigo Becker

Cenografia: José Dias
Figurinos: Regina Carvalho com supervisão de Beth Filipecki e Renaldo Machado
Assistente de Direção: Amanda Mendes
Direção de Movimento: Suely Guerra
Trilha Sonora: Charles Kahn
Iluminação: Wilson Reiz
Assistente de Produção: Leonardo Gall e Thiago Monteiro
Direção de Produção: Humberto Braga
Idealização e Coordenação Geral: Hermes Frederico
Produção: Frederico e Osório Produções Culturais Ltda

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo