Topo

Entretenimento

Artistas brasileiros ganham espaço em leilão da Christie`s London

Do UOL, em São Paulo

12/06/2012 12h16

Beatriz Milhazes, Adriana Varejão e Sérgio Camargo são os três artistas brasileiros que representarão o país no leilão Pós-Guerra & Arte Contemporânea da casa de leilões Christie`s London, dia 27 de junho, em Londres.

Respectivamente, com as obras "Elefante Azul" (2002), "The Dreamer" (2006) e "Relief nº 283" (1970), os artistas plásticos firmam a importância do Brasil no cenário mundial da arte contemporânea. "Nós só selecionamos os melhores dos melhores da arte brasileira", disse a diretora associada da casa de leilões, Beatriz Ordovas. "Como a arte contemporânea brasileira ganha importância no mercado internacional, nós do Christie`s estamos encantados com a presença dos trabalhos criados por grandes artistas do Brasil."

O "Elefante Azul", de Beatriz Milhazes, foi exposta na Bienal de Veneza em 2003 e está avaliada em 600 mil libras. Com cores e formas vibrantes, a obra representa a técnica que a artista desenvolveu de desenhos em folhas de plástico e sua transposição em camadas para a tela.

"The Dreamer", de Adriana Varejão, explora a ideia de espaços cavernosos, misteriosos e anônimos. Faz parte da série de "Saunas e Banheiros", iniciada em 2003. Avaliada entre 350 e 550 mil libras. O trabalho mostra uma ornamentação barroca de azulejos em Macau, na China, que teve Portugal como país colonizador.

A obra abstrata de Sérgio Camargo, ex-aluno de Lucio Fontana, pintor e escultor argentino com grande participação na Arte Conceitual, é o resultado de um calculado balanço de ordem e desordem. "Relief nº 283" resgata a tradição da estética do Construtivismo e a ideia revigorante da velha geometria com a poética da forma orgânica. A obra está avaliada entre 400 e 600 mil libras.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento