Entretenimento

Empresa que apresentará holograma de Marilyn Monroe pode ser processada

Divulgação
Imagem da atriz na exposição "Quero Ser Marilyn Monroe" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/06/2012 19h11

A organização que detém os bens de Marilyn Monroe quer tomar medidas legais contra a Digicon, empresa que pretende transformar a musa do cinema em holograma como parte do tributo "Virtual Marilyn Live". A informação foi publicada pelo IMDB nesta segunda-feira (11). 

Programado para ser lançado até o final de 2012, o projeto está sendo supervisionado de perto pelos detentores dos direitos autorais da artista, que prometeram processar a empresa, caso ela continue com o projeto.

Em março de 2012, o rapper 2Pac foi transformado em holograma durante uma apresentação com Snoop Dogg no festival Coachella. O músico Elvis Presley também ganhará espetáculo como holograma até o fim do ano. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo