Entretenimento

Delegado diz que perícia técnica na casa de Laerte terá resultado em 30 dias

Cleones Ribeiro
O cartunista Laerte durante entrevista a Antonio Abujamra no "Provocações" da TV Cultura que vai ao ar nesta terça-feira (1/3/2011) Imagem: Cleones Ribeiro

Do UOL, em São Paulo*

04/05/2012 17h59

A equipe da Polícia Civil do 93º DP trabalha nesta sexta (4), para recuperar o acervo furtado da casa do cartunista Laerte na madrugada de segunda-feira, no bairro do Rio Pequeno, em São Paulo. "Por enquanto não há pistas", explica o delegado Celso Lahoz Garcia.

"Estamos trabalhando para recuperar o material dele. Mandamos uma equipe na casa para fazer uma perícia técnica, que avaliará se os ladrões deixaram suas impressões digitais", diz. De acordo com Garcia, os resultados da perícia demoram de 30 a 40 dias para ficar prontos. 

Garcia explica que o procedimento neste caso também é de falar com os vizinhos e possíveis testemunhas e tentar localizar câmeras de segurança próximas. "Neste tipo de investigação, também aguardamos denúncias. Geralmente quem cometeu o delito acaba comentando com alguém, e essa pessoa liga para a polícia", explica o delegado. 

  • Cartaz compartilhado por fãs na internet pede que ladrões devolvam obra do cartunista Laerte

Mobilização na internet

Na noite desta quinta (3), quando o roubo foi noticiado, um grupo intitulado "A Liga do Gibi" criou a mensagem pedindo para que quem roubou Laerte, não formatasse o computador.  "Se você adquiriu ou receptou dois micros e um HD externo, por favor, verifique o conteúdo antes de formatar. A obra do cartunista Laerte não tem preço pra você, mas para nós tem um enorme valor". Até a tarde de hoje, a mensagem já tinha ultrapassado mais de seis mil compartilhamentos. 

O delegado diz que ficou sabendo da repercussão e que "toda a ajuda é bem vinda". Ao UOL, Laerte diz que nunca teve experiência com esse tipo de mobilização na internet, mas que o esforço do público o comoveu. "Fico muito feliz, acho muito legal essa preocupação que as pessoas têm comigo, com o meu trabalho", disse. 

Como aconteceu o furto
Em depoimento, Laerte conta que a porta da cozinha de sua casa estava forçada e, além disso, alguns vizinhos teriam ouvido ruídos estranhos vindo da casa durante a madrugada. Dois computadores e um HD externo, que guardavam o back-up do cartunista com desenhos produzidos desde 2000 foram furtados junto com outros itens da casa, como botijões de gás, um aparelho de DVD e sua carteira de motorista. 

Por telefone, Laerte disse que ainda estava descobrindo o que tinha sido furtado e que ainda não sabia se desenhos físicos teriam sido levados. O cartunista planejava uma coletânea de seus quadrinhos lançados desde 2004, mas disse que precisará adiar o plano. 

*com informações da Agência Estado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo