Topo

Entretenimento

Em cartaz no musical "Evita", Ricky Martin diz que ainda fica nervoso antes das apresentações

Miguel Rajmil/Efe
No musical "Evita", de Andrew Lloyd Webber, Ricky Martin (dir.) interpreta Che Guevara e a atriz argentina Elena Roger aparece como Eva Perón. O espetáculo está em cartaz na Broadway (12/3/12) Imagem: Miguel Rajmil/Efe

Do UOL, no Rio

06/04/2012 10h41

Ricky Martin admitiu que ainda fica nervoso antes de entrar no palco para a encenação do musical "Evita".

"Eu ainda sou humano e às vezes fico inseguro sobre as coisas", disse o cantor na quinta (5), na première da nova versão de "Evita", de Andrew Lloyd Webber.

O cantor porto-riquenho disse também que admitir ser gay foi um passo muito importante.

"Isso me ajudou muito, pois me permitiu sentir no palco e ver as vidas por meio da vida do personagem", disse Martin.

Sobre a vida ao lado dos filhos gêmeos e do companheiro, Carlos, Ricky Martin diz que está "amando cada minuto. Amando cada minuto disso".

Em "Evita", Martin interpreta Che Guevara, que também é narrador do espetáculo, que está em cartaz no Teatro Marquis, na Broadway, em Nova York.

Mais Entretenimento