Entretenimento

Em "O Festim dos Corvos", intrigas palacianas de George R. R. Martin ganham continuação

Divulgação
Capa do livro 'Festim dos Corvos' Imagem: Divulgação

Reinaldo Lopes

Especial para o UOL

11/02/2012 07h00

A guerra que destruiu boa parte dos Sete Reinos de Westeros nos primeiros três volumes da saga "As Crônicas de Gelo e Fogo" parece estar chegando ao fim, mas isso não significa falta de cadáveres no mercado. Em "O Festim dos Corvos", quarto livro do épico  criado pelo americano George R. R. Martin, os corpos voltam a se acumular pelo tradicional método da intriga palaciana -- a paz, para variar, é só aparente.
 
ATENÇÃO: SPOILERS À FRENTE!
 
Recapitulando rapidamente para quem leu os outros três livros da série já faz algum tempo, o cenário na obra recém-lançada no Brasil se caracteriza pelo sumiço da maioria dos reis que estavam disputando o poder em Westeros. 
 
Quatro deles -- o adolescente psicopata Joffrey Baratheon, o almofadinha Renly Baratheon, o "Jovem Lobo" Robb Stark e o rei-pirata Balon Greyjoy -- bateram as botas, quase todos mortos à traição. O quinto rei autoproclamado, Stannis Baratheon, partiu para a isolada Muralha das terras do norte com o objetivo de proteger Westeros de invasores e reconstruir sua base de poder. 
 
Com isso, o domínio aparentemente incontestável dos Sete Reinos está nas mãos do lourinho gorducho Tommen Baratheon, irmão caçula do finado Joffrey. Mas Tommen, com apenas oito anos de idade, não passa de um fantoche nas mãos da rainha-mãe, Cersei.
 
E aí é que está o problema, já que a maquiavélica Cersei, embora seja mestra na arte de conseguir o poder, não sabe muito bem o que fazer com ele quando o consegue. Cerca-se de puxa-sacos, ofende aliados importantes e ameaça levar os Sete Reinos para o buraco.
 
Enquanto Cersei se afunda cada vez mais na capital de Westeros, vemos seu irmão gêmeo e amante, Jaime Lannister, seguir a trajetória oposta. Surpreendentemente, o cavaleiro que era considerado o menos honrado dos Sete Reinos por ter matado o rei que jurara proteger não só consegue restaurar a paz em boa parte das terras de Westeros como também faz de tudo para preservar seu recém-recuperado senso de honra -- inclusive dando as costas para Cersei.
 
Cruzando o mar que separa Westeros das cidades-Estado do leste, encontramos a garota  Arya Stark, que acredita ser a última sobrevivente de seu clã nobre, destruído pela guerra e pelas traições de Cersei e companhia. Os capítulos protagonizados por Arya são os mais introspectivos do livro, conforme ela é treinada por uma misteriosa seita de assassinos para dominar a arte de matar e abandonar totalmente sua própria identidade.
 
Quem termina de ler "O Festim dos Corvos" sem poder emendar diretamente com a leitura de "A Dança dos Dragões", o próximo volume da série (ainda sem edição brasileira), provavelmente vai se sentir um pouco frustrado. Isso porque muitos dos personagens mais queridos dos leitores mal ganham uma menção no livro. Cadê a Dany e seus dragões amestrados? Cadê o Jon Snow? E o anão-intelectual-pinguço-renegado Tyrion?
 
Em parte, isso se deve ao fato de que Martin precisou desmembrar o que tinha planejado como um volume único em dois livros separados. É que o manuscrito produzido originalmente pelo autor ultrapassava as 1.500 páginas. Para evitar o lançamento de um calhamaço capaz de entortar até aço valyriano, o escritor e seus editores resolveram separar geograficamente as narrativas.
 
Assim, "O Festim dos Corvos" aborda basicamente o que acontece nos Sete Reinos (menos os territórios do norte, antigo domínio dos Stark), enquanto "A Dança dos Dragões" trata das aventuras de Dany nas cidades do continente oriental de Essos e das peripécias de Jon na Muralha.

RESUMO DOS LIVROS ANTERIORES. ATENÇÃO: MAIS SPOILERS AINDA!

"A Guerra dos Tronos"
Principal nobre da região norte dos Sete Reinos e velho amigo do rei Robert Baratheon, Lorde Eddard Stark é escolhido para se tornar seu principal ministro. Ele acaba descobrindo que os filhos do rei na verdade são fruto da relação incestuosa da rainha Cersei com seu irmão, Jaime Lannister. Antes de revelar a verdade, é executado. A execução de Lorde Eddard leva à rebelião de seus vassalos diretos, que declaram seu filho legítimo mais velho, Robb Stark, o rei do Norte.
"A Fúria dos Reis"
Ao lado de Robb, outros dois reis se rebelam contra o suposto filho do rei Robert, Joffrey, alegando que ele é um bastardo fruto de incesto. São Renly e Stannis Baratheon, que antes acreditavam ser tios de Joffrey. Renly é assassinado por meio de magia negra, Stannis foge após ser derrotado por Joffrey numa importante batalha naval, enquanto Robb conquista uma série de vitórias contra seus adversários
"A Tormenta de Espadas"
Mais dois reis batem as botas: Joffrey, envenenado durante sua festa de casamento, e Robb Stark, o Jovem Lobo, durante a festa de casamento de seu tio. Enquanto isso, no continente oriental de Essos, a jovem Daenerys Targaryen, última sobrevivente da antiga família real dos Sete Reinos, consegue usar um trio de dragões, o símbolo de sua dinastia, para conquistar importantes cidades e arrebanhar exércitos. Seu objetivo é voltar para os Sete Reinos e recuperar seu trono.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo