Entretenimento

Assistente de Joãosinho Trinta se diz decepcionado com ausência dos maranhenses no velório do artista

ALINE LOUISE,

Colaboração para o UOL, de São Luís (MA)

18/12/2011 17h42

O assistente do carnavalesco Joãosinho Trinta, Arlen Marck, disse ao UOL que está decepcionado com a quantidade de pessoas presentes no velório do carnavalesco. Cerca de 30 familiares e amigos participaram do culto realizado na tarde deste domingo (18), no Museu Artístico e Histórico do Maranhão, em São Luís, onde o artista está sendo velado.

O número de presentes ainda caiu bastante após a cerimônia. "Pela representatividade que ele teve, eu realmente estou decepcionado. A gente esperava que o maranhense estivesse mais presente", afirmou Marck, que morou com Joãosinho no últimos 13 anos.

O secretário de cultura do estado do Maranhão, Luiz Bulcão, também participou do velório e acredita que poucas pessoas foram ao velório porque Joãosinho era mais popular no Rio de Janeiro do que no Maranhão. Ainda disse que não vê problema algum na quatidade de pessoas. "Em enterro de celebridade tem muita hipocrisia. Eu prefiro a verdade, senão continuamos fantasiando e ele não vai mais fantasiar".

Já o presidente da Associação dos Blocos Carnavalescos Tradicionais do Maranhão, Ivaldo Santana, o Brasa, acha lamentável o número de presentes no velório. "É lamentável. Nada justifica a ausência do povo. Todas as gerações deveriam saber quem é Joãosinho Trinta", afirmou. Ainda garantiu que prestará homenagem ao artista indo fanstasiado ao enterro, nem que seja o único a fazer isso.

A presidente Dilma Rousseff, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, e o presidente do Senado, José Sarney, enviaram coroas de flores em homenagem ao carnavalesco.

Joãosinho morreu no sábado (17), aos 78 anos, de choque séptico devido a pneumonia e infecção urinária. Ele estava internado desde o último dia 3 na UTI do UDI Hospital, na capital maranhense. O corpo seria transferido no fim da noite deste domingo para o Teatro Arthur Azevedo, também em São Luís. Segundo o UOL apurou, o carnavalesco desejava ser velado no local. Porém, houve mudança de planos e o corpo permanece no Museu, onde será realizada uma missa nesta segunda (19), às 9h30 (horário de Brasília). O enterro será no cemitério do Gavião, em São Luís, às 11h (horário de Brasília).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo