Entretenimento

"Nunca houve intenção de fraude", diz advogado de Ziraldo

Da Redação

25/11/2011 13h04

  • Logotipo criado por Ziraldo para Festival do Humor em Foz do Iguaçu, em 2003

Condenado por estelionato ao registrar como seu um logotipo criado para um festival de humor, Ziraldo entrará com recurso para reverter a sentença, informou os advogados do cartunista ao UOL, nesta sexta-feira (25). Caso a condenação seja mantida, Ziraldo terá de prestar serviço comunitário e pagar um salário mínimo por mais de dois anos.

Denunciado pelo Ministério Público Federal, Ziraldo foi condenado pela Justiça Federal do Paraná por ter registrado no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) um logotipo criado para o Festival do Humor, realizado em 2003, em Foz do Iguaçu. Por contrato, os direitos autorais do logotipo pertencem à fundação que organiza o evento.

Alexandre Knopfholz, advogado que defende Ziraldo, disse que jamais houve a intenção de fraudar ou causar danos a terceiros. “Nesses anos todos de luta pela democracia e com uma carreira extensa e respeitada, Ziraldo jamais iria ferir os direitos de outras pessoas”, afirmou.

Outra advogada trabalhando no caso, Rogéria Dotti, disse ainda que tanto não houve a intenção de se aproveitar da situação, que Ziraldo nunca voltou a usar o logotipo para outros trabalhos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo