Entretenimento

Inglês tenta trocar moeda de um centavo por ilha em um ano

Divulgação
Inspirado pelo provérbio que ouvia de seu pai durante a infância, o jardineiro Luke Seall criou o ''Project 1p'' para ver até onde consegue trocar uma moeda. Imagem: Divulgação

ILANA REHAVIA

Colaboração para o UOL, de Londres

11/07/2011 07h02

O que você faria com um centavo? Hoje em dia não dá para nada, certo? Depende! Nas mãos do jardineiro inglês Luke Seall um centavo serve, sim, para muita coisa. Inspirado pelo provérbio que ouvia de seu pai durante a infância “Cuide dos centavos que os centavos cuidarão de você” ele criou o "Project 1p" para ver até onde consegue trocar uma moeda.

Luke começou seu projeto no dia 1º de janeiro deste ano com um ‘penny’, o centavo de libra esterlina. A ideia era trocar a moeda por alguma outra coisa, e ir trocando cada objeto por algo de valor mais alto até o último dia de 2011. “Fiquei curioso sobre o que é possível atingir começando com um centavo”, contou Luke à reportagem do UOL em sua casa no balneário inglês de Brighton.

Depois de começar sem saber onde queria chegar em um ano, o jardineiro decidiu que seu objetivo é terminar 2011 com uma ilha onde possa criar seu próprio país. Nesses primeiros seis meses, Luke já teve em mãos um violão, uma bicicleta, um pedaço de terra e um vestido de noiva.

Peixinhos dourados

Ele criou um site e uma página no Facebook para promover o projeto e chegou a anunciar em sites gratuitos como o britânico Gumtree e o americano Craig’s List. Mesmo assim, a primeira transação foi difícil, já que poucas coisa realmente custam um centavo. Criativo, ele chegou a polir a moeda para torná-la mais atraente.

A sorte bateu à porta em forma de peixinhos dourados. Luke ficou sabendo que um amigo estava doando seus três peixes e uma lata de ração para o aquário do bar local, depois que seu próprio aquário rachou. Luke convenceu o amigo a trocar os peixes por sua moeda.

Mas os animais trouxeram um novo desafio, já que não costumam ter uma vida muito longa e poderiam acabar com o projeto logo na largada. “Eu vou tentar cuidar muito bem desses pequenos rapazes até que possa fazer a próxima transação” escreveu Luke na época.

Semanas depois, com os peixes vivendo em um balde, ele estava começando a ficar preocupado quando finalmente recebeu uma oferta pelos bichinhos. O interessado sonhava em ter um cachorro, mas resolveu se contentar em criar peixes pois não tinha autorização de seu senhorio para manter cães no apartamento alugado. Em troca, ele ofereceu um violão.

O instrumento foi bem mais fácil de trocar. Luke recusou ofertas de uma TV antiga de 20 polegadas e de um videogame, e acabou trocando o violão por uma bicicleta de mountain biking. A bicicleta foi então trocada por 50 libras, o equivalente a R$ 125. Em menos de um mês, Luke havia conseguido um aumento de 500000% em seu investimento inicial.

De um centavo a dez metros

Indeciso sobre o que comprar com o dinheiro, Luke recebeu uma oferta inusitada: 10 metros de terra na Bulgária, perto da costa do Mar Negro. O proprietário, Paul Holman, possui uma grande área no país e prometeu que quem ficasse com o terreno poderia usá-lo para construir, acampar, “criar um memorial para homenagear um cachorro morto” ou até comprar mais terras ao redor.

O negócio foi fechado e a curiosa história do inglês que trocou um centavo por terras na Bulgária chamou a atenção da mídia. A partir daí, Luke ficou mais conhecido e, assim, passou a ser bombardeado por ofertas. Entre as mais bizarras estavam uma vaca, alguns porcos, a virgindade de alguém (que ele acredita ser uma brincadeira), 70 bilhetes de loteria e uma porcentagem dos rendimentos futuros de um escritor não-publicado.

A proposta que acabou convencendo Luke foi a de um ferreiro, que ofereceu seus serviços e a matéria-prima para fabricar um objeto customizado de metal. A ideia interessou os donos de um camping na França, que precisavam de um ferreiro para construir uma moldura em forma de caracol para um chuveiro ao ar livre. Com isso, Luke passou a oferecer uma semana de estadia no camping, que tem charmosas cabanas do tipo ‘yurt’.

Ironia

A troca seguinte também foi inusitada. O jardineiro não se empolgou com nenhuma das ofertas feitas pela semana de férias e decidiu sair em busca de algo mais palpitante. Ele resolveu procurar por artistas que usassem centavos em suas obras. Ao buscar por “Penny Artist” no Google, além de várias artistas chamadas Penny, ele acabou se deparando com Adrian Firth, que cria retratos usando moedas de 1p.

Convenientemente, Firth precisava de férias e tinha um último retrato disponível, feito com 2,5 mil moedas. Ironicamente, o retrato era de Andy Hornby, o ex-diretor executivo do HBOS, uma das instituições financeiras que mais perderam  dinheiro durante a crise bancária em 2008.  “O 'Projeto 1p' começou com um centavo, e de repente tem um retrato feito com milhares de centavos de um homem que perdeu trilhões de centavos”, disse Luke.

Luke decidiu que gostaria de trocar o retrato com o próprio Andy Hornby, mas depois de mandar vários emails sem receber resposta, mudou de tática e foi em busca de homônimos no Facebook. O plano teve sucesso e ele trocou o retrato com outro Andy Hornby, o dono de uma loja de moda noiva que ofereceu um vestido de casamento de seu estoque.

Depois de receber algumas ofertas que não interessaram, o jardineiro se rendeu aos insistentes emails de uma fotógrafa que queria o vestido para dar de presente a uma amiga. O que nos traz até o momento atual. Alguém aí interessado em trocar alguma coisa pelos serviços de uma fotógrafa de casamento? Aceitam-se ilhas!

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo