Entretenimento

De "Calígula" a "Brokeback Mountain", guia lista filmes gays produzidos nos últimos 100 anos

ESTEFANI MEDEIROS
Da Redação

22/06/2011 15h13

Nos últimos dez anos, o jornalista Stevan Lekitsch assistiu, reassistiu, leu e pesquisou a história de mais de 270 filmes para produzir o guia "Cine Arco-Íris", que lista produções cinematográficas com temática homossexual feitas nos últimos 100 anos. O livro é lançado nesta quinta-feira (22) na Livraria Cultura, em São Paulo.

Veja 10 filmes do livro "Cine Arco-Íris", de Stevan Lekitsch

Veja Álbum de fotos

 

"Fiz a lista com todos os filmes e fui assistindo um por um. O primeiro critério foi que o filme tinha que falar sobre a temática ou então o personagem principal tinha que ser gay, lésbica ou transexual. Outro critério foi procurar filmes que foram exibidos no Brasil", explica Lekitsch em entrevista ao UOL

"Deixei filmes como 'Três Formas de Amar' e 'Casamento do Meu Melhor Amigo' de fora porque os gays eram personagens secundários, não a discussão principal. Muitas pessoas já vieram reclamar que faltavam filmes na lista", conta o autor. Lekitsch também explica que a maior parte dos filmes tem foco no universo gay masculino. 

Hoje ainda se faz tanto escândalo sobre beijo gay, mas existem filmes já na década de 80, 70, muito fortes

Stevan Lekitsch, autor de "Cine Arco-Íris"

A ideia de escrever "Cine Arco-Íris" surgiu há dez anos, a partir de conversas do jornalista com amigos sobre a falta de livros com essas referências no país.

A obra segue uma linha do tempo que cita produções feitas do início do cinema até 1929, chegando a 1930, com o filme brasileiro "Messalina", de Luiz Barros, para em seguida destacar produções europeias como "Satyricon" (1969), de Federico Fellini, e "Saló ou 120 Dias em Sodoma" (1975), de Paolo Pasolini. "O cinema europeu sempre foi mais ousado, vanguardista. Principalmente o italiano e alemão. No italiano tinha o Fellini, o Pasolini, que têm filmes que são proibidos em países até hoje. Esses filmes já mostravam nu masculino e conteúdo explícito."

"Ainda se faz tanto escândalo sobre beijo gay, mas existem filmes já na década de 80, 70 muito fortes. No cinema brasileiro, 'O Beijo no Asfalto' mostra o Tarcísio Meira dando um beijo na boca do Ney Latorraca, isso na década de 70. É estranho, parece que as pessoas estão mais preocupadas com isso do que antigamente", comenta o autor. 

Embora com comentários e breve ficha técnica sobre cada filme selecionado, o livro não traz imagens das produções e é baseado na opinião pessoal do crítico sobre os filmes. Mais da metade do guia é também dedicada a filmes feitos a partir da década de 1980, como "Milk" (2008), "Party Monster" (2003) e "Meninos Não Choram" (1999).


"CINE ARCO-ÍRIS"
Stefan Lekitsch
Edições GLS
271 páginas
R$ 65,90
Lançamento dia 22 de junho, das 19h às 21h30, na Livraria Cultura (av. Paulista, 2073 - Conjunto Nacional. Piso Térreo)
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo