Entretenimento

Musical "Spider-Man: Turn Off the Dark" estreia na Broadway com famosos na plateia e críticas ácidas

Da Redação

14/06/2011 21h54

Nesta terça-feira (14), o musical "Spider-Man: Turn Off the Dark" estreou no Foxwoods Theatre, em Nova York. Depois de 10 anos, o espetáculo produzido por Bono e The Edge que sofreu com acidentes de atores, problemas técnicos e financeiros teve ingressos esgotados. O auditório do teatro tem capacidade para cerca de duas mil pessoas. 

No tapete vermelho, o ex-presidente americano Bill Clinton, o ator Matt Damon e a mulher Luciana Barroso, o rapper Jay-Z, o ator Steve Martin e o apresentador Jimmy Fallon eram alguns dos convidados presentes. 

Críticos especializados de veículos como Rolling Stone, Wall Street Journal e Daily News consideraram o espetáculo menos do que o esperado. Veja abaixo alguns pontos citados.

VEJA ALGUMAS DAS CRÍTICAS DO ESPETÁCULO

"Pouco depois da transformação de Norman Osborn, o Duende Verde refere-se a si mesmo como uma 'tragédia de circo de 65 milhões de dólares'. Bem mais parecido com 75 milhões (valor investido no musical)"- Evie Nagy, da revista "Rolling Stone"
"Depois de muitos, muitos meses, Spider-Man abriu na Broadway hoje a noite. Para o grande elenco e o grupo que não sabia o que estava por vir: parabéns!"- Neil Patrick Harris, usuário do Twitter
"E aí está: $70 milhões e cerca de nove anos de esforço, todos desperdiçados em um rojão úmido. Sem dúvida, "Spider-Man: Turn Off the Dark" vai continuar a atrair multidões, apenas pelas cenas em que o herói se transforma em um pêndulo no ar. Mas não é nem bom o suficiente para deixá-lo excitado e nem ruim para deixá-lo nervoso. Nunca na história da Broadway, tanto foi gasto para tão pouco efeito" - Mr. Teachout, do "The Wall Street Journal"
"O design do palco e a produção colorida surpreendem com vários conjuntos de peças em 2-D e 3-D que ficam continuamente girando, virando e acrescentando ao espetáculo, juntamente com o aparecimento ocasional de uma tela de vídeo gigante, aparentemente destinada a dar dinamismo a apresentação. O duelo aéreo entre o Homem-Aranha e o Duende Verde no meio de um vertiginoso conjunto de arranha-céus é emocionante."- Josh Grossberg, do site E! Online
"O primeiro ato se arrasta, mas o espetáculo entra no ritmo no segundo ato. As canções feitas por Bono e The Edge, do U2 têm sido 'Broadway-zadas' e em sua maior parte são toneladas de guitarras estridentes. Se alguma vez existiu uma sensação de que este duo irlandês poderia simplesmente escrever duas dúzias de músicas novas e encaixá-las em um musical, o tempo se foi." - Mark Kennedy, da agência de notícias Associated Press
"A trama está mais coesa, racionalizada e engraçada do que antes e suas emoções ainda estão intactas. 'Spider-Man' não é uma bela refeição gourmet, mas é uma diversão gostosa " - Joe Dziemianowicz, do jornal "NY Daily News"

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo