Entretenimento

Caco Ciocler provoca o público em monólogo sobre crise no teatro

Guga Melgar/Divulgação
O ator Caco Ciocler em cena da peça "45 Minutos" Imagem: Guga Melgar/Divulgação

ESTEFANI MEDEIROS
Da Redação

10/06/2011 07h00

Palco vazio, iluminação baixa, silêncio e um homem solitário no elenco. É assim que o ator Caco Ciocler entra em cena com a missão de entreter o público do Teatro Sesi e do Teatro Leblon, no Rio, com o monólogo "45 Minutos".

No espetáculo, Ciocler interpreta um ator que mora no fundo do teatro. Em troca da moradia e comida, esse personagem tem como obrigação, em 45 minutos, convencer o público a assisti-lo.

"A peça é um reflexo da atual crise do teatro, da crise do ator com o próprio ofício, da relação público e artista e arte e entretenimento. Acho que é uma das primeiras que fala disso abertamente", explica Ciocler em entrevista por telefone ao UOL.

Veja teaser de "45 Minutos"

"O pós-dramático é uma discussão acadêmica na Europa e muito comentada nas mesas de bar de atores. Toda arte passa por algum tipo de mudança e essa peça vem pra questionar o que está acontecendo com o teatro, o que as pessoas buscam quando vão ao teatro", conta.

"Por um longo tempo a boa pintura era sinônimo de uma representação realista do mundo. quanto mais fiel à realidade fosse uma pintura melhor seria o seu pintor. Depois de um tempo a pintura sofreu uma revolução, quebrando com o compromisso realista e procurando caminhos mais subjetivos e sensoriais de representação e percepção do "real". O teatro esta buscando esse lugar na contemporaneidade, a quebra com o compromisso realista, a quebra com paradigmas estéticos", comenta Ciocler. 

O texto do dramaturgo Marcelo Pedreira tem como ideia principal instigar o público a pensar se o teatro ainda tem o mesmo efeito transformador de outros tempos. "Pedreira dá a impressão de que é uma peça de improviso, confunde o público com o texto e eu levo isso pro palco. Esse é um espetáculo de provocação."

Questionado sobre papéis para a TV -- seu último papel em novela foi em "Caminho das Índias", em 2009 --,  Ciocler diz que, "por enquanto", ainda não tem nada programado. Já no cinema, este ano estreia o filme "Família Vende Tudo", em que interpreta um cantor brega.

"45 Minutos" está em suas últimas semanas de apresentação no Rio. A partir do dia 1º de julho, começa temporada na capital paulista, no CCSP (Teatro Jardel Filho – Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - São Paulo – SP), de 30/6 a 14/8, às quintas a sábados às 21h e domingos às 20h. O ingresso custa R$20.


"45 MINUTOS"

No Rio de Janeiro
Onde: Teatro Sesi (rua Graça Aranha nº 1 – Centro)
Quando: Até 25 de junho
Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada)

Onde: Teatro Leblon (rua Conde de Bernadote, 26 – Leblon)
Quando: Até 26 de junho
Quanto: R$ 50 (inteira) / R$ 25 (meia entrada)


 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo