Entretenimento

"Tive que ler o roteiro com um dicionário do lado", diz Thaila Ayala sobre estreia com peça de Shakespeare

ESTEFANI MEDEIROS
Da Redação

06/06/2011 14h30

Uma hora antes de a peça “A Tempestade” começar mais uma sessão em São Paulo, na última sexta-feira (3), o diretor Marcelo Lazzarato reúne os atores, acerta falas e posições no palco e dá os últimos toques para o espetáculo fluir da melhor maneira.  

Remontagem da última obra de William Shakespeare, a peça tem o ator Carlos Palma no papel principal do mago Próspero e Sérgio Abreu e Thaila Ayala como o casal Ferdinand e Miranda.

Miranda é a primeira personagem de Thaila Ayala para o teatro. “Foi difícil começar o papel. O texto é complicado. Tive que ler o roteiro com um dicionário do lado pra poder entender. Mas a experiência está sendo muito intensa”, conta a atriz.

Ayala diz que ela e Miranda tem pontos em comum. “Ela é ingênua, tem uma conexão muito forte com a natureza. Estou feliz por estar fazendo essa personagem, construir o jeito dela, a voz dela. Mas ao mesmo tempo sou muito crítica comigo mesma. Tenho uma projeção de voz muito ruim, falo baixo, rápido, faço fono desde 'Malhação'. Meu desafio é melhorar isso.”

Enquanto se aquece para entrar em cena, Ayala conta que ainda não teve tempo de se habituar ao trânsito da cidade paulistana. “Ficamos dois meses direto ensaiando em São Caetano (SP), hoje cheguei uma hora atrasada por causa do trânsito da cidade. Minha ideia é ficar em São Paulo nos dias da peça e depois voltar pro Rio”.

Vegetariana, a atriz conta que a única opção que teve de jantar no dia foi um pão com ovo no café do teatro e que depois da correria de peça e novela, pretende dar uma pausa de um ano. “Depois da peça quero parar um ano para poder tirar férias, viajar. Quando me fizeram o convite ainda estava trabalhando na novela ["Ti-Ti-Ti"], se você fica emendando um trabalho no outro tem uma hora que não dá, não tem mais o que você doar”, diz.

A experiência de entrar em um reality muda você. A velocidade da informação é diferente, a forma como lidar com o público

Sérgio Abreu, ator que participou de "A Fazenda"

Companheiro de elenco, Sérgio Abreu estrela sua sétima peça nos palcos e diz que o papel chegou em um momento ideal da sua carreira, logo após a saída da última edição de “A Fazenda". “A experiência de entrar em um reality muda você. A velocidade da informação é diferente, a forma como lidar com o público. Eu sai de um reality pra uma peça de Shakespeare, é muito diferente”.

O ator ainda conta como foi montar seu personagem, Ferdinand. “Foi feito um trabalho de mesa. Depois de ler o texto, começamos a trabalhar com improvisações, jogos teatrais. Cheguei a ver algumas versões para o cinema, mas quis liberdade para criar o meu próprio Ferdinand”, explica Abreu.

Enquanto Abreu termina de contar sua relação com o espetáculo, atores já vestidos com o figurino rústico da peça aquecem a voz e o corpo nos corredores do teatro. Thaila, vestida como a personagem, está com a perna machucada. “Tenho um problema no joelho desde os 12 anos, quando jogava futebol. No sobe e desce de escadas do cenário acabei me machucando e indo para o hospital. Mas já está bem melhor, só mudei alguns atos em cima do cenário para não correr riscos”.

A HISTÓRIA
O mago Próspero (Carlos Palma), é exilado com sua filha Miranda, (Thaila Ayala), em uma ilha deserta por causa de um golpe político. Acompanhado do espírito Ariel (Paulo Goulart Filho) que pode controlar o ar e a água, faz uma tempestade levando seus inimigos a um naufrágio na ilha onde está. É assim que Miranda conhece Ferdinand (Sérgio Abreu) seu grande amor e Próspero tem a oportunidade de reencontrar os nobres que o exilaram.

Observando o aquecimento de perto, está a irmã mais velha de Thaila, Thaís. “Vocês nem imaginam o quanto ela já aprontou com a gente”, conta a irmã, que viajou oito horas de Presidente Prudente, interior de São Paulo, para ver a caçula nos palcos. “Deixei minha filha de dois anos em casa e aproveitei pra vir, ela ficou chateada porque ninguém da família pôde ver a estreia semana passada”.

O espetáculo, de tom lúdico, também conta com o ator Paulo Goulart Filho, que interpreta o espírito Ariel. A atriz Nicete Bruno, mãe do ator, participa da peça lendo um texto da deusa Íris, que abençoa o casamento de Ferdinand e Miranda. A trilha sonora foi composta por André Abujamra e os bonecos são da companhia Giramundo.  


“A TEMPESTADE”
Onde: Teatro Raul Cortez (r. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista)
Quando: Quintas, sextas, sábados e domingos (quinta e sexta às 21h30; sábado às 21h; e domingo às 20h)
Quanto: R$ 40

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo