Topo

Entretenimento

Prêmio Shell do Rio anuncia finalistas; peça com Lilia Cabral lidera indicações

Divulgação
Lilia Cabral e Leopoldo Pacheco em cena da peça "Maria do Caritó", finalista do Prêmio Shell Imagem: Divulgação

Da Redação

18/01/2011 11h00

Foi anunciada na manhã desta terça-feira (18) a lista final dos indicados ao Prêmio Shell de Teatro de do Rio de Janeiro. Os nomes se referem às peças que estrearam entre julho e dezembro de 2010 e concorrem junto aos escolhidos no primeiro semestre

A comédia “Maria do Caritó” lidera as indicações, concorrendo em seis categorias. A atriz Lilia Cabral disputa pela atuação como protagonista do espetáculo. A peça concorre ainda nas categorias Autor (Newton Moreno), Direção (João Fonseca), Cenário (Nello Marrese), Figurino (J.C. Serroni) e Música (Alexandre Elias). 
 
Também na categoria Atriz concorre Mariana Lima por seu trabalho na peça “Pterodátilos”. Já na categoria Ator, Marco Nanini disputa o troféu também por “Pterodátilos” com os concorrentes Paulo Betti (“Deus da Carnificina”), e Pierre Baitelli (“Hedwig e o Centímetro Enfurecido”). Em sua 23ª edição, a premiação homenageia a atriz Nathalia Timberg.
 
Criado em 1989, o prêmio é dado aos destaques do ano, no Rio e em São Paulo, após votação de júri especializado. Os vitoriosos de cada categoria recebem uma premiação individual de R$ 8 mil.
 
Os vencedores do 23º Prêmio Shell de Teatro do Rio serão conhecidos ainda neste primeiro semestre. Na próxima semana, serão anunciados os finalistas do Prêmio Shell de São Paulo.  
 
Veja abaixo a lista de finalistas do Rio:
 
::AUTOR
(2º semestre)
Newton Moreno por “Maria do Caritó”      
Pedro Bricio por “Comédia russa”
 
(1º semestre)
Denise Crispun e Melanie Dimantas por “A Carpa”
Jô Bilac por “Savana Glacial”
 
::DIREÇÃO
(2º semestre)
Emílio de Mello por “Deus da Carnificina”
João Fonseca por “Maria do Caritó”  
 
(1º semestre)
Christiane Jatahy por “Corte Seco”
Gilberto Gawronski por “Dona Otília e Outras Histórias”
Inez Viana por “As Conchambranças de Quaderna”
 
::ATOR
(2º semestre)
Marco Nanini por “Pterodátilos”
Paulo Betti por “Deus da Carnificina”
Pierre Baitelli por “Hedwig e o Centímetro Enfurecido”    
 
(1º semestre)
Alexandre Schumacher por “Vicente Celestino – A Voz Orgulho do Brasil”
Roberto Bomtempo por “Tomo Suas Mãos nas Minhas”
 
::ATRIZ
(2º semestre)
Lilia Cabral por “Maria do Caritó”
Mariana Lima por “Pterodátilos”
Sylvia Bandeira por “Marlene Dietrich – As Pernas do Século”
 
(1º semestre)
Miriam Freeland por “Tomo Suas Mãos nas Minhas”
Totia Meireles por “Gypsy”
 
::CENÁRIO
(2º semestre)
Nello Marrese por “Maria do Caritó”
Daniela Thomas por “Pterodátilos”
 
(1º semestre)
Fernando Mello da Costa e Rostand Albuquerque por “Tomo Suas Mãos nas Minhas”
Helio Eichbauer por “Caderno de Memórias”
 
::FIGURINO
(2º semestre)
J.C. Serroni por “Maria do Caritó”
Marcelo Pies por “Hair”
 
(1º semestre)
Claudio Tovar por “A Gaiola das Loucas”
Marcelo Pies por “Gypsy”
 
::ILUMINAÇÃO
(2º semestre)
Maneco Quinderé por “Antes da Coisa Toda Começar”
Paulo César Medeiros por “Hair”
 
(1º semestre)
Maneco Quinderé por “Tomo Suas Mãos nas Minhas”
Tomás Ribas por “Rock Antygona”
 
::MÚSICA
(2º semestre)
Alexandre Elias por “Maria do Caritó”
Danilo Timm e Evandro Mesquita por “Hedwig e o Centímetro Enfurecido”
 
(1º semestre)
Marcelo Alonso Neves por “As Conchambranças de Quaderna”
Roberto Bürgel por “No Piano da Patroa”
 
::CATEGORIA ESPECIAL
(2º semestre)
André Curti e Artur Ribeiro "pela singular linguagem corporal" no espetáculo “Fragmentos do Desejo”
Miguel Vellinho pela "maestria na linguagem de manipulação de bonecos e pela sensibilidade em harmonizar o universo de Andersen com a obra musical de Dorival Caymmi" no espetáculo “Marina”
 
(1º semestre)
Flavio Salles e Janice Botelho "pela remontagem, adaptação e criação das coreografias" de “Gypsy”
Gaspar Filho "pela preparação de esgrima" no espetáculo “A Marca do Zorro”

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento