Topo

Entretenimento

Morre aos 80 anos a escritora argentina María Elena Walsh

Da Redação*

10/01/2011 14h35

A escritora e compositora argentina María Elena Walsh morreu aos 80 anos nesta segunda-feira (10), em Buenos Aires, após enfrentar uma doença por um longo período, informou a imprensa local.

María Elena, que nos últimos meses havia reduzido ao mínimo suas aparições públicas, ganhou reconhecimento internacional pela criação de personagens infantis, como Manuelita La Tortuga.

Nascida em Buenos Aires em 1930, publicou seu primeiro poema aos 15 anos e seu primeiro livro, "Outono Imperdoável", aos 17.

María Elena escreveu mais de 40 livros infantis e compôs canções que foram interpretados por alguns dos mais populares cantores ibero-americanos, como Mercedes Sosa e Joan Manuel Serrat.

Na década de 1950 se exilou em Paris com sua compatriota Leda Valladares, com quem formou o duo "Leda e María" e gravou o disco "Le Chant du Monde" ("O Canto do Mundo", em tradução livre).

Durante seus quatro anos na capital francesa, a escritora começou a produzir poemas e contos para crianças, um trabalho que a transformou em uma conhecida figura da literatura infantil na América Latina.

Entre as décadas de 1960 e 1970 publicou a maior parte de seus livros infantis. Em 1985 foi nomeada Cidadã Ilustre da Cidade de Buenos Aires e, em 1990, Doutor Honoris Causa da Universidade Nacional de Córdoba e Personalidade Ilustre da Província de Buenos Aires.

O teor político é apontado como uma das principais características de seu trabalho, como na música "El País del Nomeacuerdo", trilha-sonora do filme "La Historia Oficial" ('A História Oficial'), premiado com o Oscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira em 1985.

A produção ainda deu o prêmio de Melhor Atriz em Cannes para Norma Aleandro --que depois teve ilustre carreira em filmes americanos e em "O Filho da Noiva"). Ganhou ainda Globo de Ouro de Filme em Língua Estrangeira e Prêmio do Júri em Cannes.

Veja abaixo lista de livros publicados por María Elena Walsh:

- "Otoño Imperdonable" (1947)
- "Apenas Viaje" (1948)
- "Baladas con Ángel" (1951)
- "Casi Milagro" (1958)
- "Tutú Marambá" (1960)
- "El Reino del Revés" (1964)
- "Zoo Loco" (1964)
- "Hecho a Mano" (1965)
- "Dailan Kifki" (1966)
- "Cuentopos de Gulubú" (1966)
- "Aire Libre (1967)
- "Juguemos En El Mundo" (1970)
- "El Diablo Inglés" (1974)
- "Angelito" (1974)
- "El País de la Geometría" (1974)
- "La Sirena y el Capitán" (1974)
- "Cancionero Contra el Mal de Ojo" (1976)
- "Chaucha y Palito" (1977)
- "Novios de Antaño" (1990)
- "Desventuras en el País-Jardín-de-Infantes" (1993)
- "Hotel Pioho's Palace" (2002)

* Com informações de agências internacionais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento