Topo

Entretenimento

Vik Muniz expõe em galeria carioca 30 objetos inéditos no Brasil

Divulgação / Cortesia Galeria Laura Alvim
Os líderes mundiais Jesus Cristo, Che Guevara e Saddam Hussein são representados na obra "História da Iconografia Acidental (Torrada)" (2010), do artista brasileiro Vik Muniz Imagem: Divulgação / Cortesia Galeria Laura Alvim

Da Redação

13/10/2010 13h54

O artista Vik Muniz inaugura nesta quarta-feira (13) a mostra "Relicário" na Galeria Laura Alvim, no Rio de Janeiro, com trinta objetos que jamais foram exibidos publicamente no Brasil. Entre o material estão algumas peças criadas para a primeira mostra do artista em uma galeria, em 1989, em Nova York, quando a série foi intitulada "Relíquias", e outras inéditas, cujos projetos Muniz não conseguiu realizar à época em que foram concebidos.

Integram "Relicário" exemplares da série "Flora Industrialis" --fotografias de flores artificiais, captadas e catalogadas por Muniz com rigor científico, o país fabricante e o tipo de material usado. São imagens individuais sobre fundo escuro, dispostas de maneira emblemática, lembrando uma fotografia do século 19.

A mostra também reúne obras como um origami --feito de uma só folha de papel branco e que reproduz um origamista--, um crânio com nariz de palhaço, uma ampulheta com um tijolo substituindo a areia, um sarcófago feito de "tupperware", luvas de seis dedos, uma bola de futebol murcha, uma tocha carbonizada, uma pluma de mármore Carrara, uma mesa de bonsai e uma mala de mármore preto belga com alça de couro.


"RELICÁRIO", POR VIK MUNIZ
Quando:
de 14 de outubro (abertura para convidados no dia 13, às 19h) a 5 de dezembro de 2010. Terça a domingo, das 13h às 21h
Onde:
Galeria Laura Alvim (av. Vieira Souto, 176, Ipanema, Rio de Janeiro-RJ)
Quanto:
grátis
Informações:
0/xx/21/2332-2017.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento