Entretenimento

Bienal reúne arte de mais de 60 grafiteiros no MuBE (SP)

Divulgação
Detalhe de trabalho do grafiteiro Titi Freak que integra a 1ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art Imagem: Divulgação

Da Redação

02/09/2010 07h00

Painéis, instalações, telas e fotografias produzidos por mais de 60 grafiteiros de 12 países estão na 1ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art, que abre ao público esta sexta-feira (3) no Museu Brasileiro de Escultura, o MuBE, em São Paulo.

Com o objetivo de reunir o trabalho de artistas urbanos de destaque, nacionais e internacionais, o evento tem participação dos brasileiros Anarquia, Anjo, Binho, Boleta, Bonga, BR, Brown, BTS, Celso Gitahy, Ciro, Chivitz, Dalata, Does, Flip, Graphis, Gueto, Guga, Highraff, Hyper, Izolag, Jerry, Jey, Kia, Markone, Ment, Mignore, Nadu, Nem, Nina, Nove, Nunca, Ozi, Onesto, osgemeos, Pan, Pato, Presto, Ronah, Rui Amaral, Shock, Snoop, Speto, Tikka, Tinho, Titi Freak, Toz, Trampo, Victorone, Vitche, Vito - A Firma e Zezão.

  • Reprodução

    Cartaz do filme que integra programação do evento "Wild Style", de 1983

Entre os convidados internacionais estão Bates (Dinamarca), Belin (Espanha), Can 2 (Alemanha), Cern (EUA), Daze (EUA), Dmote (Austrália), Faith 47 (África do Sul), Jaz (Argentina), John Howard (norte-americano que vive no Brasil), Mr. Dheo (Portugal), Point (República Tcheca), Saile (Chile) e Suiko (Japão).

Além da exposição, a 1ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art conta com um ciclo de debates no MuBE sobre as relações entre grafite e artes plásticas, grafite e urbanismo e também sobre a ligação da arte urbana do Brasil com a feita no exterior.

O evento sedia também uma mostra de cinema, com destaque para as exibições de "Wild Style" (1983), longa-metragem sobre a cultura hip hop com participações do DJ Grandmaster Flash e do b.boy Crazy Legs (dia 1/10 às 17h); "No Traço do Invisível", filme sobre o grafiteiro Zezão (dia 18/9 a partir das 19h); e um documentário sobre Toniolo, autor de famosas pichações em Porto Alegre (dia 18/9 a partir das 19h).

A curadoria geral é do grafiteiro Binho Ribeiro, enquanto a curadoria de núcleo histórico e de cinema é de Walter Nomura -- o artista Tinho --, Sérgio Poato e Sérgio Franco. Flavio Samelo assina a curadoria de fotografia.

O evento é derivado das exposições "Graffiti Fine Art" que ocorrem no MuBE e, de acordo com a curadoria, são previstas ainda atividades externas ao museu durante todo o mês de Bienal.


1ª BIENAL INTERNACIONAL GRAFFITI FINE ART
Quando:
de 3/9 a 3/10 (abertura 2/9 às 19h para convidados). De terça a domingo, das 10h às 19h
Onde: Museu Brasileiro da Escultura (rua Alemanha, 221, Jd.Europa. Tel.: 0/xx/11 2594-2601)
Quanto: entrada franca
Mais informações: site do MuBE

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo