"Brasil é um dos melhores países do mundo para criar arte", diz dupla osgemeos em entrevista

Da Redação

06/07/2010 20h00

Depois de mostrar em seu site a capa da edição de julho com os irmãos grafiteiros e artistas plásticos brasileiros Otávio e Gustavo Pandolfo --conhecidos como osgemeos--, a revista norte-americana de arte "Juxtapoz" publicou na página pequenos trechos da entrevista feita com a dupla. Leia-os a seguir:

Juxtapoz: Sobre o crescimento no Brasil
osgemeos: "O Cambuci [bairro de São Paulo] era uma área muito industrial e crescemos nela. Foi uma época muito difícil também, com vários crimes e lugares perigosos, mas, quando descobrimos a cultura hip-hop, tudo se tornou mais fácil."

Juxtapoz: Sobre o começo no grafite
osgemeos: "Desenhávamos muito naquela época, praticamente todos os dias, e nossos pais sempre nos permitiram isso. Eles nos deram nossas primeiras latas de spray em 1985; uma era bordô e a outra, verde-bebê. As coisas mais simples para nós eram muito úteis."

Juxtapoz: Sobre o desenvolvimento do estilo
osgemeos:
"Antropofagia [canibalismo] é o instinto de improvisar e reciclar tudo que o homem pode criar, para modificar e reconstruir coisas para uma melhor comunicação visual. O Brasil é um dos melhores países do mundo para criar arte e se expressar. As pessoas são abertas para isso e abertas para receber e transformar o que você lhes dá."

Juxtapoz: Sobre as influências
osgemeos:
"É realmente um país livre, um espírito livre, um país de improvisação, de suíngue --que chamamos de "ginga"--, e de felicidade. Temos todos estes elementos em nosso trabalho, todo este amor e ódio brasileiros, toda esta luta por um lugar melhor, estas questões e lutas, e algumas vezes uma simples evasão. [...] Isso nos ajudou muito no desenvolvimento de nosso trabalho, o jeito como usamos o amarelo nos personagens, o jeito como precisamos colocar uma porção de detalhes nos cenários. [...] Os personagens falam para a cidade, muitas pessoas se identificam com eles; são parte da civilização."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor