Entretenimento

"Criativo e polêmico, Saramago deu grande contribuição à literatura mundial", diz Ferreira Gullar; veja repercussão

Da Redação

18/06/2010 12h33

Morreu esta sexta-feira (18) em Lanzarote (Ilhas Canárias, na Espanha) o escritor português José Saramago, aos 87 anos. Em 1998, Saramago ganhou o único Prêmio Nobel da Literatura em língua portuguesa.

A Fundação José Saramago confirmou em comunicado que o escritor morreu às 12h30 (horário local, 7h30 em Brasília) na residência dele em Lanzarote, onde morava desde 1993, "em consequência de uma múltipla falha orgânica, após uma prolongada doença. O escritor morreu estando acompanhado pela sua família, despedindo-se de uma forma serena e tranquila".

Abaixo, personalidades da literatura e política falam sobre morte e importância de Saramago.



“Saramago tinha uma maneira muito própria de escrever. Era criativo, polêmico e deu uma grande contribuição à literatura mundial. Não era seu amigo pessoal e me encontrei com ele apenas em duas ocasiões, mas pude perceber que era um homem muito inteligente. Para mim, 'Memorial do Convento' foi a obra dele que mais me marcou porque reúne todas as melhores características do escritor, dono de uma literatura muito original” - Ferreira Gullar, escritor e poeta brasileiro

"José Saramago, de quem fui leitor e admirador, era também um grande ser humano, como descobri nos vários encontros que tive com ele, em Porto Alegre, cidade onde moro e da qual gostava muito, em outras cidades brasileiras e no exterior. Uma pessoa afetiva, sensível, generosa, o que aparecia na sua prosa: autor erudito, era contudo acessível, um narrador como Jorge Amado e Érico Veríssimo, que não recusava o humor e a fantasia; "Jangada de Pedra" é disso um exemplo, e equivale ao realismo mágico latino-americano. O prêmio Nobel que recebeu é uma consagração de sua obra e estende-se toda a ficção de língua portuguesa. É verdade que Saramago por vezes mostrava-se polêmico e exagerado em suas declarações, mas ao fim e ao cabo restará a lembrança de sua notável obra e de sua extraordinária dimensão humana" - Moacyr Scliar, escritor brasileiro

"Menos um ateu genial no mundo" - Allan Sieber, cartunista brasileiro, em seu blog

"Saramago era um homem lógico, dizia que a morte é simplesmente a diferença entre o estar aqui e já não mais estar. Combatia as religiões com fúria, dizia que elas nos embaçam nossa visão, mesmo assim não consigo deixar de pensar que adoraria que neste momento ele estivesse tendo que dar o braço a torcer ao ser surpreendido por algum outro tipo de vida depois desta que teve por aqui. A lucidez naquele grau é um privilégio de poucos, não consigo escapar do clichê mas definitivamente o mundo ficou ainda mais burro e ainda mais cego hoje" - Fernando Meirelles, cineasta brasileiro que adaptou "Ensaio Sobre a Cegueira" para os cinemas. Leia na íntegra comunicado enviador pelo diretor

"'Memorial do Convento' foi a obra dele que mais me marcou porque reúne todas as melhores características do escritor"

Ferreira Gullar, escritor brasileiro

"O escritor José Saramago mantinha relações privilegiadas com o Brasil. Esteve presente em diversos eventos literários no país e se tornou muito popular antes mesmo de conquistar o Prêmio Nobel. Em romances como 'O Ano da Morte de Ricardo Reis', o Brasil faz parte das reflexões do grande escritor. A sua perda é recebida com muita tristeza, particularmente pelos que têm apreço pela língua portuguesa e por sua importância cultural em tantos continentes. O Ministério da Cultura do Brasil se soma aos que lamentam e manifestam a dor pela perda desse grande escritor" - Juca Ferreira, ministro da Cultura

"A Academia estava aguardando a informação de quando José Saramago viria ao Rio para providenciar a organização da sua posse na Cadeira 16 de Sócio Correspondente. A notícia nos deixou em estado de enorme tristeza. A próxima sessão acadêmica, quinta-feira que vem, dia 24, na ABL, será dedicada à memória do grande escritor português, por quem sempre tivemos o maior respeito e admiração” - Marcos Vilaça, presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), em comunicado oficial

"O ministro lamenta a perda de um homem que, com sua obra, deixou uma extraordinária contribuição para a literatura mundial e para a valorização da língua portuguesa, além de ter representado, com sua conduta pessoal, um exemplo de atuação comprometida em favor de um mundo mais justo" - Celso Amorim, ministro de Relações Exteriores, em comunicado oficial

"'O Evangelho segundo Jesus Cristo' é um dos relatos mais apaixonantes e piedosos sobre a vida de Jesus" - Ivana Arruda Leite, escritora brasileira, via Twitter

"Neste mundo há finais que também são começos, mortes que são nascimentos. E é disso que se trata. Ele foi embora, mas ficou entre nós" - Eduardo Galeano, escritor uruguaio, em entrevista à agência AFP

"Recebi a notícia com muito pesar. É uma perda para nossa cultura. Saramago era um motivo de orgulho para Portugal, esse é o sentimento de todos. Deixa uma grande obra literária que dignifica o país" - José Sócrates, primeiro-ministro de Portugal

"Saramago era uma referência da cultura portuguesa, um exemplo de jovialidade quanto a sua busca permanente de pensar, refletir e estimular o debate sobre a cultura, os valores e a ética da sociedade" - Carlos Queiroz, técnico da seleção de futebol de Portugal, em coletiva de imprensa em Magaliesburg (África do Sul), reportou a agência EFE

"Poucos como ele amaram e conheceram tão profundamente nossas duas culturas" - Carmen Caffarel, diretora do Instituto Cervantes (Espanha), em reporte à agência EFE

"Espanhóis e portugueses compartilhamos hoje a mesma dor, mas também o exemplo que nos deixa seu legado de solidariedade, inteligência e afeto" - José Luis Rodríguez Zapatero, presidente da Espanha, reportou a agência EFE

"A obra de José Saramago é uma referência indispensável na literatura universal, já que permite entender, através da imaginação e de uma ironia sutil, as transformações da sociedade" - Felipe Calderón, presidente do México, segundo reportou a agência EFE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo