Entretenimento

Fernanda Montenegro e João Miguel vencem o Prêmio Shell-SP de Teatro; veja lista de premiados

Guga Melgar/Mastrangelo Reino/Folha Imagem
Fernanda Montenegro e João Miguel: os melhores do Prêmio Shell-SP de Teatro 2010 Imagem: Guga Melgar/Mastrangelo Reino/Folha Imagem

Da Redação

13/04/2010 08h44

Após a festa que premiou na semana passada os melhores profissionais de teatro da cena carioca, foi a vez da capital paulista conhecer os vencedores da 22ª edição do Prêmio Shell. Em cerimônia realizada na Estação São Paulo na noite desta segunda-feira (12), Fernanda Montenegro e João Miguel foram eleitos os melhores atores por “Viver Sem Tempos Mortos" e "Só", respectivamente.

Já o prêmio de melhor direção foi dado a Newton Moreno, por “Memória da Cana”, espetáculo que teve o maior número de indicações na edição: também concorreu entre os melhores em "cenário", "figurino" e "iluminação". A peça é uma adaptação da obra “Álbum de Família”, de Nelson Rodrigues.

Destaque

O evento paulista, comandado por Patrícia Selonk --eleita a melhor atriz do Rio de Janeiro em 2008--, homenageou o diretor, ator, ensaísta e tradutor Fernando Peixoto, escolhido por sua contribuição ao teatro brasileiro. Como diretor, Peixoto esteve à frente de trabalhos como “A Semana - Esses Intrépidos Rapazes e Sua Maravilhosa Semana de Arte Moderna”, “Frank V”, “Um Grito Parado no Ar” e “Calabar”. Já como escritor, se destacou pelos livros “Brecht, Vida e Obra”, “Maiakóvski, Vida e Obra” e “O Que É Teatro”.

O prêmio
O Prêmio Shell de Teatro foi criado em 1989. Em cada edição são divulgadas duas listas de indicados. Os espetáculos selecionados na segunda fase estrearam em São Paulo entre os meses de julho e dezembro de 2009 e cumpriram o número mínimo de apresentações (24).

Os vencedores de cada categoria recebem uma escultura do artista plástico Domenico Calabroni, com a forma de uma concha, inspirada na logomarca da Shell, e uma premiação individual de R$ 8 mil. A premiação é oferecida aos maiores destaques da temporada teatral, no Rio de Janeiro e em São Paulo, separadamente, em nove categorias: "autor", "diretor", "ator", "atriz", "cenário", "iluminação", "música", "figurino" e "especial".

Os jurados deste ano foram Kil Abreu (jornalista e pesquisador do teatro), Valmir Santos (jornalista), Marici Salomão (autora teatral e jornalista), Mario Bolognesi (professor e pesquisador de teatro) e Noemi Marinho (atriz, dramaturga e diretora).

Veja a lista completa de vencedores do 22º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo:

::AUTOR
Rafael Primot por “O Livro dos Monstros Guardados”

::DIREÇÃO

Newton Moreno por “Memória da Cana”

::ATOR

João Miguel por “Só”

::ATRIZ
Fernanda Montenegro por “Viver Sem Tempos Mortos”

::CENÁRIO

Marcelo Andrade e Newton Moreno por “Memória da Cana"

::FIGURINO
Wanda Sgarbi por “O Capitão e a Sereia”

::ILUMINAÇÃO
Luiz Päetow por “Music Hall”

::MÚSICA
 William Guedes por “Concerto de Ispinho e Fulô”

::CATEGORIA ESPECIAL
Cia. São Jorge de Variedades pela pesquisa e criação do espetáculo “Quem Não Sabe Mais Quem É, O Que É e Onde Está, Precisa Se Mexer”

::HOMENAGEM

Ao diretor, ator, ensaísta e tradutor Fernando Peixoto pela contribuição ao teatro brasileiro

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo