PUBLICIDADE
Topo

Rihanna e Jay-Z doam mais de R$ 10 milhões para combate à covid-19

Reuters/Reprodução Instagram
Imagem: Reuters/Reprodução Instagram

Da EFE, em Nova York

01/04/2020 15h57

A cantora Rihanna e o rapper Jay-Z, através de suas respectivas fundações, anunciaram que doarão US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões) cada para combater os efeitos da pandemia de covid-19 em Los Angeles e Nova York.

Os recursos da Clara Lionel Foundation, de Rihanna, e da Shawn Carter Foundation, de Jay-Z, apoiarão trabalhadores indocumentados, presos, sem-teto, idosos e filhos de profissionais da saúde que estão combatendo a pandemia em ambas as cidades. A doença já infectou mais de 181 mil pessoas nos Estados Unidos.

O dinheiro será entregue diretamente a organizações como a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês), a Coalizão de Imigração de Nova York, o Fundo da Prefeitura de Los Angeles e o Fundo de Escolas Públicas, assim como para o cuidado infantil, alimentação e material escolar para os filhos dos profissionais da saúde e de serviços de emergência.

"Em tempos de crise é imperativo que nos unamos como comunidade para garantir que todos, especialmente os mais vulneráveis, tenham acesso às necessidades básicas: abrigo, saúde, nutrição e educação. A única maneira de superar esta pandemia é através do amor e da ação", explicou em comunicado a mãe de Jay-Z, Gloria Carter, que atua como CEO da fundação do filho.

Na semana passada, a fundação de Rihanna também anunciou uma doação de US$ 5 milhões (R$ 26 milhões) para organizações que trabalham para combater o vírus nos Estados Unidos, Caribe e África.

Música