Topo

Entretenimento


Lizzo lidera indicações para o Grammy 2020; Michelle Obama também concorre

20/11/2019 14h25

Los Angeles (EUA), 20 nov (EFE).- Lizzo, com oito indicações, Billie Eilish e Lil Nas X, com seis cada, são os artistas com mais indicações para a 62º edição do Grammy, que será entregue no dia 26 de janeiro de 2020, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Os três artistas dominaram a lista de indicações para o prêmio, anunciado nesta quarta-feira e que os colocou acima da H.E.R. e Beyoncé, com cinco e quatro indicações, respectivamente, e Taylor Swift e Lady Gaga, que receberam três cada.

A rapper Lizzo, aos 31 anos, lidera a lista de indicações ao Grammy, incluindo o álbum do ano para "Cuz I Love You" e a gravação do ano para "Truth Hurts".

Além disso, Lizzo também aparece entre os melhores novos artistas, onde disputará contra os outros dois maiores indicados: Billie Eilish e Lil Nas X.

Aos 17 anos, a jovem Eilish conseguiu estar presente nas quatro principais categorias: álbum do ano, gravação do ano, música do ano e melhor artista novo.

Já o rapper Lil Nas X entrou em três das quatro categorias principais, exceto a música do ano, depois de quebrar recordes nas paradas com seu single "Old Town Road".

Enquanto isso, Beyoncé conseguiu a indicação, apesar de não ter lançado novos projetos ou gravações, além da trilha sonora da nova versão de "O Rei Leão".

Com a trilha sonora do clássico da Disney, a artista recebeu a indicação de melhor álbum pop vocal, além de melhor música para um produto audiovisual e melhor performance pop.

A quarta indicação de Beyoncé veio para o documentário "Homecoming", na categoria de melhor filme musical, com sua aclamada atuação no Coachella Festival.

A indicação mais curiosa foi a da ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama. Ela disputará como melhor álbum de "palavras faladas", para a versão em áudio de seu livro de memórias "Becoming". EFE

Entretenimento