Topo

Entretenimento


Marco do Caminho de Santiago é inaugurado em praia do Rio de Janeiro

18/10/2019 19h23

Rio de Janeiro, 18 out (EFE).- Um dos tradicionais marcos do Caminho de Santiago foi instalado nesta sexta-feira em uma das mais conhecidas praias do Rio de Janeiro, para avisar aos peregrinos que a catedral de Santiago de Compostela está localizada a 8.138 quilômetros de distância, em linha reta.

O monólito foi instalado no Arpoador, em Ipanema, em uma iniciativa do governo regional da Galícia, no norte da Espanha e do consulado do país na capital fluminense, como homenagem aos milhares de peregrinos brasileiros que percorrem anualmente a icônica travessia.

O marco instalado no Arpoador conta com uma seta indicando a localização, no outro lado do Oceano Atlântico, do ponto tradicional de peregrinação, onde está a sepultura do apóstolo Santiago, que é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade.

Promovido em um dos livros mais vendidos do escritor brasileiro Paulo Coelho, o Caminho de Santiago é o terceiro maior destino de peregrinação cristã no mundo, ficando atrás apenas de Roma, na Itália, e Jerusalém, em Israel.

O Brasil está entre os dez países do mundo com mais pessoas atravessando o Caminho, e o líder entre os da América do Sul. Apenas no ano passado, foram 5.600 visitantes.

"A escolha do Rio de Janeiro é simbólica, porque queremos integrar uma das principais cidades do mundo a uma tradição consagrada como Patrimônio Cultural da Humanidade e, dessa forma, compartilhar entre as duas regiões os valores que o Caminho representa, como espiritualidade, humanismo, respeito à diversidade e convivência entre os povos", afirmou o cônsul da Espanha no Rio de Janeiro, Luis Prados Covarrubias.

A inauguração do marco também contou com a participação do secretário-geral de Emigração da Galícia, Antonio Rodríguez Miranda; do embaixador da Espanha no Brasil, Fernando García Casas, e de membros da Associação Brasileira de Amigos do Caminho de Santiago.

De acordo com o consulado da Espanha no Rio de Janeiro, o lugar em que foi instalado o monolito, no limite entre as praias do Arpoador e do Diabo, tem um significado especial na integração do Brasil com a Europa, pois que era a ponta atacante de cabos submarinos inaugurados em 1874 por D. Pedro II.

A cerimônia inaugural foi seguida de um show ao ar livre e gratuito da cantora espanhola Rosa Cedrón e do guitarrista também espanhol Emilio Rúa, acompanhados por um grupo de gaitas típicas da Galícia. EFE

Entretenimento