Topo

Entretenimento


Igreja de cidade na Alemanha retira sino de 1936 dedicado a Hitler

21/07/2019 11h41

Berlim, 21 jul (EFE).- A igreja de São Vendelino, na cidade de Essingen, no sul da Alemanha, retirou neste domingo de sua torre um sino de 1936, cuja inscrição glorificava Adolf Hitler e incluía uma suástica nazista.

A retirada aconteceu durante um ato religioso, que terminou com a incorporação de um novo sino com uma frase do Evangelho de São Mateus, informou a emissora a televisão pública regional "SWR".

Assim foi recuperada a mesma frase que estava inscrita no sino do templo deste a sua construção, no século XIII, mas que foi retirada durante o nazismo.

O sino dedicado a Hitler tinha passado despercebido, até que há dois anos o Conselho da Igreja Evangélica inspecionou os campanários dessa região por indícios de que poderiam conter vestígios do nazismo.

Após esse procedimento, foi revelada a existência de cinco sinos do período nazista, dos quais dois, incluindo de Essingen, já foram retirados.

Os outros três continuam nas torres de suas igrejas por decisão das autoridades locais, apesar do forte debate gerado por essa resolução.

O novo sino custou 10 mil euros, que foram pagos pelo Conselho Evangélico regional do "Land" de Baden-Württemberg, onde fica Essingen, cidade de 6.400 habitantes. EFE

Mais Entretenimento