PUBLICIDADE
Topo

Fotógrafo sírio da agência EPA é indicado ao prêmio World Press Photo

20/02/2019 12h18

Haia, 20 fev (EFE).- O fotógrafo sírio Mohammed Badra, da European Pressphoto Agency (EPA), foi indicado ao prêmio World Press Photo 2019 por uma foto que reflete as consequências de um suposto ataque químico em Ghouta, no oeste da Síria.

A foto foi tirada 25 de fevereiro de 2018 em um hospital de Ghouta e retrata três homens e uma criança sendo atendidos.

Dois dos adultos estão virados para a câmera com o olhar perdido, enquanto o terceiro homem e a criança, coberta com uma manta, usam um respirador.

O diretor do World Press Photo, Lars Boering, disse à Agência Efe que a imagem "mostra muito claramente como são as sequelas de um ataque com gás" e o drama do "amontoamento dos pacientes em uma sala pequena".

Boering indicou que "é uma imagem importante porque retrata algo que vai além da explosão original. Mostra o que um ataque com gás faz à humanidade". EFE