PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Henry Timms é o novo diretor do Lincoln Center, em Nova York

07/02/2019 17h57

Nova York, 7 fev (EFE).- O Lincoln Center, em Nova York, uma das instituições culturais mais importantes dos Estados Unidos, anunciou a nomeação de Henry Timms como novo diretor, depois de mais de cinco anos de constantes modificações no posto.

"Estamos felizes em anunciar que Henry Timms foi nomeado o 11º presidente do Lincoln Center para as Artes Cênicas. Estamos ansiosos para recebê-lo oficialmente na função em maio!", escreveu a organização no Twitter.

Timms, de 42 anos, atuava na "92nd Street Y" e recentemente iniciou um projeto para renovar a sede da instituição, que custará US$ 180 milhões, dos quais 160 milhões já foram arrecadados. Ele também criou o movimento "Giving Tuesday", com a qual busca arrecadar fundos para organizações de caridade, na onda de dias como "Black Friday" e "Cyber Monday", quando o consumo dos americanos dispara.

A nomeação é feita em um momento importante para o Lincoln Center, lar de instituições como a Orquestra Filarmônica de York, o Ballet de Nova York e a Ópera Metropolitana, que conta com orçamento anual de US$ 130 milhões e que também tem a sua própria programação. Nos últimos anos, aconteceram frequentes movimentos na direção, sendo o último deles em abril de 2018, quando Debora Spar, saiu e Russell Granet assumiu a direção de forma interina.

Desde a aposentadoria de Reynold Levy, em janeiro de 2014, passaram também pela direção Jed Bernstein e Liza Parker, por isso Timms seria a quinta pessoa a ocupar o posto em cinco anos.

Agora, um dos maiores projetos que Timms enfrentará é a renovação do David Geffen Hall, estimado em US$ 500 milhões e que foi posposto em 2017. EFE

Entretenimento