PUBLICIDADE
Topo

Jason Reitman vai dirigir nova versão de "Os Caça-Fantasmas"

16/01/2019 01h43

Los Angeles (EUA), 15 jan (EFE).- O cineasta canadense Jason Reitman, famoso pelo filme "Juno" (2007), vai dirigir a nova versão de "Os Caça-Fantasmas", previsto para estrear em 2020, segundo informações da revista especializada "Entertainment Weekly".

Este filme, que foi escrito por Reitman ao lado de Gil Kenan, dará continuação à história de "Os Caça-Fantasmas" (1984) e "Os Caça-Fantasmas II" (1989) e não terá relação com o remake feminino "Caça-Fantasmas" (2016).

Reitman, cujo pai Ivan Reitman dirigiu os dois primeiros filmes da década de 1980, disse que pretende fazer um filme para os fãs da saga.

"Este é o novo capítulo de uma franquia original. Não é um 'reboot' (novo começo de uma saga). O aconteceu nos anos 80, ficou nos anos 80 e esse é ambientado nos dias atuais", explicou.

Ainda é muito cedo, e eu quero que o filme se desembrulhe como um presente. Nós temos muitas surpresas maravilhosas e novos personagens para o público conhecer", acrescentou.

Protagonizado por Bill Murray, Dan Aykroyd e Sigourney Weaver, "Os Caça-Fantasmas" narrava as loucas e paranormais aventuras de uma singular equipe dedicado a pegar espíritos e fantasmas em Nova York.

O filme, que se transformou em uma das comédias mais populares da década de 1980, deu origem a uma sequência cinco anos depois.

O último "Caça-Fantasmas" foi um filme homônimo que em 2016 reinventou este mundo com um elenco completamente feminino.

No entanto, esta longa-metragem protagonizado por Melissa McCarthy e Kristen Wiig fracassou na bilheteria ao arrecadar US$ 229 milhões no mundo todo, com US$ 144 milhões de orçamento, segundo os dados do "Box Office Mojo".

Reitman esclareceu que tem "muito respeito" por este filme do diretor Paul Feig, mas afirmou que a nova versão, que ainda tem os nomes dos atores confirmados, "seguirá a trajetória do filme original".

Dono de uma notável filmografia marcada pela mistura de comédia e drama, Reitman brilhou em filmes como "Obrigado por Fumar" (2005) e "Amor Sem Escalas" (2009).

No ano passado dirigiu "Tully", com Charlize Theron como protagonista; e "O Favorito", com Hugh Jackman. EFE