Topo

Entretenimento


Escritor israelense Amos Oz morre de câncer, aos 79 anos

28/12/2018 13h40

Jerusalém, 28 dez (EFE).- O premiado escritor e pacifista israelense Amos Oz morreu nesta sexta-feira, aos 79 anos, após uma batalha contra o câncer.

"O meu querido pai acaba de falecer de câncer, depois de um rápido declínio", informou a filha do escritor Fania Oz-Salzberg no Twitter.

Um dos escritores israelenses mais lidos do mundo e traduzido para 45 idiomas, Oz recebeu dezenas de prêmios ao longo da carreira, mas, apesar de considerado em várias oportunidades, nunca foi agraciado ao Prêmio Nobel de Literatura.

Oz é considerado como um dos autores mais prestigiados da história do país, além de ter sido um importante ativista em defesa da paz e defensor da solução de dois Estados para solucionar o conflito entre israelenses e palestinos.

Oz nasceu em Jerusalém em 1939, quando a cidade ainda era palestina sob o mandato do Reino Unido, e começou a publicar livros aos 22 anos. O escritor estudou Filosofia e Literatura na Universidade Hebraica de Jerusalém.

Ao longo da carreira, além dos livros, Oz publicou coleções de ensaios e cerca de 500 artigos de opinião.

Entre os livros mais conhecidos do escritor estão "A caixa preta", "Uma história de amor e trevas" e "Rimas de amor e morte". EFE

Mais Entretenimento