Topo

Entretenimento


Sequência de "Mulher-Maravilha" é adiada para junho de 2020

22/10/2018 17h49

Los Angeles (EUA), 22 out (EFE).- "Mulher-Maravilha 1984", a sequência do bem-sucedido filme protagonizado pela israelense Gal Gadot, teve a estreia adiada para o dia 5 de junho de 2020, sete meses após a data inicialmente prevista, 1º de novembro de 2019.

Gadot, a encarregada de interpretar a super-heroína, revelou nesta segunda-feira pelo Twitter a nova data de lançamento do filme, que voltará a ter com Patty Jenkins como diretora.

"Tivemos um grande sucesso lançando o primeiro filme da Mulher-Maravilha durante o verão, portanto quando vimos a oportunidade de aproveitar as mudanças no panorama competitivo, as fizemos", afirmou em comunicado o estúdio Warner Bros.

"Mulher-Maravilha 1984" entra assim no vazio deixado por "O Homem de Seis Bilhões de Dólares", um projeto de ficção científica que deve ser protagonizado por Mark Wahlberg, mas que, por enquanto, tem ficado fora da agenda da Warner.

Esse não foi o único contratempo sofrido por "O Homem de Seis Bilhões de Dólares". Em maio, o estúdio demitiu o cineasta argentino Damián Szifrón ("Relatos Selvagens", 2014) como diretor do longa-metragem.

"Mulher-Maravilha" arrecadou US$ 821,8 milhões no mundo todo e fez história no cinema de super-heróis ao contar com uma mulher como protagonista e com outra como diretora.

Mais Entretenimento