PUBLICIDADE
Topo

Argentino Dardo Scavino ganha prêmio na Espanha por obra sobre jihadismo

26/09/2018 11h27

Barcelona (Espanha), 26 set (EFE).- O filósofo e pensador argentino Dardo Scavino ganhou nesta quarta-feira o Prêmio Anagrama de Ensaio, na Espanha, pela obra "El sueño de los mártires. Meditaciones sobre una guerra actual" (O sonho dos mártires. Meditações sobre uma guerra atual, em tradução livre).

Segundo o júri, o trabalho de Scavino é uma "fidedigna e brilhante anatomia das motivações do jihadismo" e uma "impugnação da falsa inocência de Ocidente".

Após receber o prêmio, o argentino explicou que o problema do jihadismo requer uma solução política, e não militar. De acordo com o autor, após as duas guerras mundiais, o conflito do jihadismo desencadeou "a primeira guerra global, porque já não é entre dois Estados, e seu campo de batalha alcança qualquer parte do mundo".

Segundo Scavino, foi criada uma "situação singular, na qual os Estados Unidos se reservam ao direito de ataque em qualquer território nacional, sem pedir permissão a esse território, seja o Paquistão ou a Síria" e desencadeia "um fenômeno entre militar e policial".

Apesar de parecer uma guerra religiosa, o autor defendeu que neste caso a religião ocupa um lugar secundário.

"É um problema essencialmente político, com apropriação de textos religiosos, principalmente do lado do jihadismo, embora o Ocidente utilize termos como o Eixo do Bem e o Eixo do Mal, e inclusive (o ex-presidente dos Estados Unidos, George W.) Bush tenha dito que Deus o enviou uma missão", destacou. EFE.