PUBLICIDADE
Topo

Disney vai "desacelerar" o lançamento de novos filmes da saga "Star Wars"

21/09/2018 00h48

Los Angeles (EUA), 20 set (EFE).- A Disney, que detém os direitos de "Star Wars", prevê uma "desaceleração" na estreia de novos filmes da famosa saga, uma decisão provavelmente relacionada ao mau desempenho na bilheteria do filme "Han Solo: Uma História Star Wars" (2018).

O CEO da Disney, Bob Iger, falou sobre seus planos para "Star Wars" em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo site especializado "The Hollywood Reporter", ao ser questionado se eles estavam considerando não lançar um filme da saga anualmente.

"Você pode esperar alguma desaceleração, mas isso não significa que não vamos fazer filmes", esclareceu o executivo.

Iger ressaltou que J.J. Abrams está trabalhando atualmente no episódio IX, que no próximo ano fechará a terceira trilogia de "Star Wars"; e lembrou que, por exemplo, entre os projetos futuros para a saga aparecem David Benioff e D.B. Weiss, criadores da série de televisão "Game of Thrones" e que assinaram para escrever e produzir mais filmes de saga.

"Han Solo", o segundo filme derivado do enredo central de "Star Wars" depois de "Rogue One: Uma História Star Wars" (2016), foi um notável escorregão da Disney e Lucasfilm, ao arrecadar apenas US$ 393 milhões em todo mundo.

De acordo com a mídia americana, os custos de produção deste filme subiram opara os US$ 250 milhões, depois que Ron Howard assumiu o projeto após a demissão dos diretores Phil Lord e Christopher Miller.