PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Fox elimina cena de "O Predador" pela presença de condenado por crime sexual

06/09/2018 23h05

Los Angeles (EUA), 6 set (EFE).- O estúdio Twentieth Century Fox eliminou uma cena de "O Predador" após saber que nessa parte do filme aparecia um ator que se declarou culpado de ter tentado seduzir pela internet uma menina de 14 anos, informou nesta quinta-feira o jornal "Los Angeles Times".

Steven Wilder Striegel, de 47 anos e amigo do diretor de "O Predador", Shane Black, admitiu em 2010 as acusações contra ele e passou seis meses na prisão por tentar atrair sexualmente uma menor por meio da internet.

O nome do ator aparece no registro de agressores sexuais de Estados Unidos, mas o estúdio disse hoje que desconhecia estes fatos.

Foi a atriz Olivia Munn, uma das protagonistas de "O Predador", quem descobriu o passado de Striegel e o comunicou ao estúdio, que no dia 15 de agosto decidiu eliminar sua cena antes que o longa-metragem estreie em 14 de setembro.

Strieger interpretava nesta pequena cena um corredor que flertava de maneira insistente com o personagem de Munn.

O diretor Shane Black pediu perdão após ter conhecido hoje todos os detalhes da detenção e condenação de quem era seu amigo há anos.

A carreira de Strieger inclui créditos na série "Melrose Place" e nos filmes "Homem de Ferro 3" (2013) e "Dois Caras Legais" (2016), dois filmes dirigidos por Shane Black.

Entretenimento