Topo

Entretenimento

Trump pede demissão de presidentes de duas grandes emissoras de TV

30/08/2018 14h28

Washington, 30 ago (EFE).- O líder dos Estados Unidos, Donald Trump, reivindicou nesta quinta-feira a demissão dos presidentes de duas importantes redes de televisão no país, a CNN e a NBC, que foram acusadas de serem parciais contra ele.

Concretamente, Trump pediu no Twitter a saída do presidente do canal de notícias "CNN", Jeff Zucker, que foi alvo das críticas do líder em repetidas ocasiões, e do principal responsável da "NBC", Andy Lack.

"O ódio e o viés extremo relacionados a mim por parte da CNN prejudicaram suas ideias e a incapacitaram para funcionar. O pequeno Jeff Z fez um trabalho terrível, sua audiência é ruim. A AT&T deveria demiti-lo para salvar sua credibilidade!", afirmou Trump.

Imediatamente depois, o líder disparou também contra a "NBC", outra emissora popular do país.

"O que está ocorrendo na CNN também está ocorrendo, em outro nível, em outras emissoras, sendo a "NBC" a pior. A boa notícia é que Andy Lack está a ponto de ser demitido (?) por incompetência, e muitas (coisas) piores", apontou Trump no Twitter.

O presidente se refere quase diariamente à "CNN" e outros veículos de imprensa, incluindo a "NBC", como "veículos de imprensa de notícias falsas", ataques que se estendem a jornais de longa trajetória, como "The Washington Post".

Além de disparar contra veículos de imprensa, Trump acusou na terça-feira o gigante tecnológico "Google" de "mexer" em seu motor de busca na rede para "suprimir vozes conservadoras" e oferecer principalmente notícias negativas sobre o seu Governo.

As palavras do líder foram ditas em meio ao crescente alerta nos Estados Unidos nas redes sociais sobre a divulgação de conteúdos falsos.

Mais Entretenimento