Topo

Entretenimento

"Hippie", livro mais autobiográfico de Paulo Coelho, é publicado em espanhol

30/08/2018 15h49

Madri, 30 ago (EFE).- Chegou nesta quinta-feira às livrarias da Espanha a obra mais autobiográfica de Paulo Coelho, "Hippie", um romance sobre uma viagem de ônibus entre Amsterdã e Istambul na década de 1970 e baseado nas vivências do autor, que rememora desta forma essa geração que sonhou em mudar o mundo.

Editado em espanhol pela Planeta, Coelho quis recriar neste romance "o espírito hippie da época, em um mundo que estava totalmente polarizado", segundo afirma o brasileiro em comunicado da editora.

"Nós, os hippies, éramos a terceira via; a emancipação, a igualdade das mulheres e o livre pensamento eram coisas essenciais para nós", lembra Coelho.

O romance, o 20º do autor de "O Alquimista", se passa nos anos de expansão do movimento hippie após sua irrupção nos Estados Unidos no começo dos anos 1960.

A viagem de dois jovens entre Amsterdã e Istambul no início da década de 70 - o brasileiro Paulo e a holandesa Karla - é a experiência relatada por Coelho, o escritor brasileiro mais lido e traduzido no mundo todo, com mais de 225 milhões de livros vendidos em português e em outros 80 idiomas aos quais foram traduzidos e lançados em 170 países.

Paulo sonha em ser escritor e chega a Amsterdã em busca de liberdade e de um sentido para sua vida, enquanto Karla, uma jovem de Roterdã, está decidida a mudar sua forma de ver o mundo.

O romance é também a história de amor entre os jovens, que Coelho narra em terceira pessoa, durante o percurso que fazem a bordo de um lendário "Magic Bus" de uma das conhecidas "rotas hippies", que conectavam capitais europeias com cidades como Délhi, Varanasi e Katmandu.

Mais Entretenimento