Topo

Música

Morre Lindsay Kemp, o coreógrafo que ensinou David Bowie a dançar

Victor Fraile/Reuters
Lindsay Kemp se apresentou como a rainha Elizabeth 1ª no espetáculo "Elizabeth 1ª, o Último Baile", exibido na Espanha em março de 2005 Imagem: Victor Fraile/Reuters

Em Roma (Itália)

25/08/2018 08h34

O coreógrafo, mímico, ator, dançarino, pintor e cenógrafo britânico Lindsay Kemp morreu aos 80 anos de idade na cidade de Livorno, no norte da Itália, informou neste sábado (25) a emissora pública de televisão italiana "Rai".

Nascido em Cheshire, na Inglaterra, em 3 de maio de 1938, Kemp será sempre lembrado por ter ensinado o cantor David Bowie a "exteriorizar" toda sua expressividade corporal, além de ter inspirado a criação do personagem "Ziggy Stardust" e participado das famosas apresentações do 'Camaleão do Rock' no Rainbow Theatre de Londres em 1972.

Além de Bowie, Kemp também ficou conhecido por dar aulas de dança para a cantora britânica Kate Bush.

Kemp estudou pintura e desenho na Escola de Arte de Bradford, dança com o Ballet Rambert e com Sigurd Leeder, e cursou mímica com Marcel Marceau.

Seus primeiros passos no mundo do espetáculo foram em teatros menores de Londres. Em 1965, Kemp fundou sua própria companhia, a "Lindsay Kemp Company", com a qual realizou sua primeira excursão internacional em 1973.

Entre os principais espetáculos do mímico e dançarino se destacam "Flowers", inspirado na obra de Jean Genet "Our Lady of the Flowers"; "Salome", "Mr. Punch's Pantomime", "A Midsummer Night's Dream", "Duende", "The Big Parade", "Nijinsky", "Alice", "Onnagata", "Cinderella", "Variété", "Rêves de Lumière", "Dreamdances", "Elizabeth's Last Dance" e "Kemp Dances".

Trabalhador incansável e criador constante, Kemp também participou como ator em filmes como "Valentino: o Ídolo, o Homem", "O Homem de Palha", "Sebastiane", "Magnicídio", e como coreógrafo criou o espetáculo "Parades Gone By" para o Ballet Rambert, que foi um grande sucesso.