PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Altas temperaturas revelam restos arqueológicos ocultos na Inglaterra

15/08/2018 09h35

Londres, 15 ago (EFE).- A onda de calor que atinge o Reino Unido revelou restos arqueológicos pré-históricos em diferentes zonas da Inglaterra, segundo informou nesta quarta-feira a organização Historic England.

Entre as ruínas descobertas estão "misteriosos monumentos cerimoniais neolíticos, assentamentos da Idade de Ferro, túmulos quadrados e uma fazenda romana", como fiz a nota divulgada desde a organização.

O achado foi possível graças às altas temperaturas vividas no país neste verão, que permitiram aos arqueólogos aéreos identificar com uma maior facilidade as marcas no solo seco.

"Nos últimos meses, os arqueólogos da Historic England estiveram buscando desde o céu padrões nos cultivos e nos gramados que revelam milhares de anos de história, ocultos até agora", acrescenta o comunicado.

"Este clima proporcionou as condições perfeitas para que nossos especialistas pudessem 'ver debaixo do solo', já que as marcas estão muita melhor definidas quando a superfície tem menos umidade", declarou a respeito o diretor-executivo da organização, Duncan Wilson.

Uma das descobertas mais destacadas data de entre 3600 e 3000 antes de Cristo. Trata-se de grandes retângulos que, segundo acredita-se, sejam monumentos do período neolítico.

Estes foram encontrados graças a fotografias aéreas e scanners a laser feitos no norte do condado de Bedfordshire, no leste da Inglaterra.

Os arqueólogos também encontraram restos procedentes da Idade de Ferro em Cornualha (sudoeste do país) e Yorkshire (norte), além de outros que datam da Idade de Bronze em Derbyshire (centro-leste).

"O clima excepcional abriu áreas inteiras ao mesmo tempo ao invés de apenas um ou dois campos, e tem sido fascinante ver tantos traços do nosso passado", disse Wilson, chefe da organização. EFE

Entretenimento