PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Cerca de 300 tumbas da dinastia Qing são achadas na região olímpica de Pequim

14/08/2018 03h18

Pequim, 14 ago (EFE).- Dois complexos com cerca de 300 tumbas, que em alguns casos conservam esqueletos e artigos funerários, foram desenterradas no norte de Pequim, perto da área onde estão os estádios olímpicos, informa nesta terça-feira o jornal oficial "China Daily".

As escavações, iniciadas há um mês, se concentram ao sul do Parque Olímpico, muito perto do estádio foram realizadas as provas de pentatlo moderno, hóquei e polo aquático, nos Jogos de Pequim, em 2008, segundo as imagens divulgadas pela televisão estatal "CCTV".

Em algumas das tumbas, foram encontrados recipientes de cerâmica e os analistas acreditam que a necrópole era utilizada pelos cidadãos comuns, já que são túmulos menos ornamentados do que os da nobreza ou da família imperial.

Autoridades de patrimônio da capital chinesa disseram que os trabalhos continuarão por pelo menos mais um mês, embora as chuvas que caem na cidade possam atrasar as escavações.

A região dos estádios de Pequim 2008, (evento que está celebrando seu 10º aniversário) que será reutilizada nos Jogos de Inverno de 2022, já abrigou alguns dos templos que foram destruídos ou realocados antes das obras para as instalações esportivas.

Entretenimento