PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Cidade natal acolherá estátua de Margareth Thatcher proibida no Parlamento

17/07/2018 14h43

Londres, 17 jul (EFE).- A cidade de Grantham, ao leste da Inglaterra, onde nasceu ex-primeira-ministra britânica, Margareth Thatcher, está em processo para acolher uma estátua em sua homenagem que não obteve permissão para ficar exposta no Palácio de Westminster, sede do Parlamento do Reino Unido.

A Public Memorials Appeal - organização que realiza encomendas para erigir monumentos de relevância histórica - ofereceu à Câmara Municipal a estátua de Thatcher, de 3,2 metros de altura, que não obteve a autorização para ser instalada na praça do Parlamento, no início deste ano.

Em março foi instalada diante do Palácio de Westminster uma efígie da sufragista Millicent Fawcett no lugar da de Thatcher, já que a polícia alertou que poderia ser alvo de atos de vandalismo.

O monumento da histórica líder conservadora foi criado por Douglas Jennings e financiado com capital privado até chegar a 300 mil libras (338 mil euros).

A Associação para o Patrimônio da Comunidade de Grantham (GCHA) e o Conselho do Distrito de South Kesteven (SKDC) informaram que trabalham para fechar um acordo que permita instalar no local a estátua de Thatcher, a primeira mulher que chegou à chefia do Governo no Reino Unido.

Entretenimento