Topo

Música

Justiça argentina ordena prisão de músico Pity Álvarez por caso de homicídio

Reprodução/Facebook
O cantor e compositor argentino Pity Álvarez Imagem: Reprodução/Facebook

De Buenos Aires (Argentina)

12/07/2018 15h06

A Justiça da Argentina ordenou nesta quinta-feira a detenção do cantor de rock Cristian 'Pity' Álvarez como suspeito do homicídio de um homem durante a madrugada no bairro de Villa Lugano em Buenos Aires, confirmaram fontes oficiais à Agência Efe.

O juiz Martín Yadarola assinou a ordem de detenção do cantor, cujo paradeiro é desconhecido, e uma ordem de busca dos possíveis lugares onde ele possa estar, após conhecer o depoimento de uma das testemunhas que esteve no local e que aponta o artista como principal suspeito.

O líder da banda Vieja Locas supostamente chegou a Villa Lugano durante a madrugada, quando supostamente se encontrou com a vítima, identificada como Cristian Díaz, de 36 anos.

Segundo o depoimento da testemunha, o cantor fez disparos de arma de fogo contra a vítima. Em seguida, Pity Álvarez fugiu em um carro e parou a poucos metros de distância para jogar a arma no esgoto.

A polícia contínua revisando as câmeras de segurança da região para averiguar algum indício sobre o paradeiro de Álvarez.

Em declarações ao canal "Todo Noticias", Sebastián Queijeiro, advogado do músico, reconheceu que seu cliente "tem um problema grave com as drogas há 25 anos", mas garantiu que ele "não tem um perfil criminoso", nem antecedentes por roubo e assassinato.

Queijeiro disse que os depoimentos revelados pelos veículos de imprensa, assim como a posição de familiares e amigos do suspeito, "são muito diferentes" entre si, por isso sugeriu que todas as versões devem ser verificadas com atenção.

Por sua vez, Gisela, ex-mulher da vítima, negou que Díaz e Álvarez tivessem uma relação de amizade - como afirmam diferentes testemunhas - e garantiu que os dois somente "se conheciam do bairro".

Gisela também desmentiu que uma suposta discussão entre os dois antes dos fatos trágicos fosse devido a alguma dívida pendente.

O músico, que em outras ocasiões se viu envolvido em polêmicas menores, começou sua trajetória no final dos anos 1980 como integrante do Viejas Locas, com o qual fez grande sucesso no país e, nos anos 2000, fez parte da banda Intoxicados.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!